08/03/2021 às 19h47min - Atualizada em 08/03/2021 às 19h47min

OPINIÃO DE PRIMEIRA: BAGUNÇA OFICIALIZADA: PODEREMOS TER EM BREVE 111 PARTIDOS POLÍTICOS. TEM FUTURO NOSSA DEMOCRACIA?

Gazeta Rondônia
­­­­OPINIÃO DE PRIMEIRA: BAGUNÇA OFICIALIZADA: PODEREMOS TER EM BREVE 111 PARTIDOS POLÍTICOS. TEM FUTURO NOSSA DEMOCRACIA? Tem MDB – PT – PSDB – Progressistas – PDT – PTB – Democratas – Partido Liberal – PSDB – Republicanos – PSL – Cidadania – PSC – Podemos – PcdoB – PSD – PV – Patriota – Solidariedade – PSOL – Avante – PMN – PTC – DC – PRTB – PROS – PMB – Partido Novo – Rede Sustentabilidade – PSTU – PCB – PCO – Unidade Popular. Você teve paciência para ler um por um?  São 34 partidos políticos, a grande maioria criada para acomodar pseudo lideranças. Isso é a verdadeira democracia? Num país onde os umbigos da classe política são mais importantes do que as grandes necessidades nacionais? A reforma eleitoral, que está deitada em berço esplêndido no Congresso, certamente só acontecerá quando o Super Homem se alimentar de Kriptonyta, para ficar mais forte. Afora uma minoria de verdadeiras lideranças, poucos querem saber do assunto, a não ser como forma de engodo. O mesmo, aliás, que levou dezenas de partidos de tirarem o “P” da frente da sua sigla, para não parecerem organizações lideradas por Políticos, dos quais, muitos tem a ojeriza do povo. Sem o “P”, querem parecer apenas movimentos sociais, com os melhores intuitos. Os nanicos, principalmente, que se tornaram balcões de negócios, para vender parcerias que ampliem o horário eleitoral gratuito de outros partidos (por vezes com filosofias completamente antagônicas), estão surgindo cada vez em maior número. Prova disso é que estão´ aguardando registro no TSE, nada menos do que mais 77 dessas excrescências, que juram ser algo sério para a política brasileira. Mas todo$ sabemo$ o que querem, realmente!

Veja apenas alguns desses grupos que querem aval da Justiça Eleitoral, para também ingressarem na ridícula guerra política, que fatia o nosso país em interesses infindáveis da classe política, enquanto o povo se ferra. Veja só: IgualdadeManancialUnião da Democracia Cristã do BrasilPatriotasForça Brasil, Movimento Cidadão Comum, Raiz Movimento Cidadanista e Renovar. Alguma dessas “coisas” trará o que de positivo para o debate nacional; para a busca de soluções dos nossos graves problemas; para que nosso país evolua como Nação? Lamentavelmente,  todas as respostas são desanimadoras. Estamos caminhando para um precipício sem fundo, com cada grupelho defendendo apenas seus interesses e jogando nosso país num futuro incerto, rachado e tornando cada vez mais injusta nossa sociedade. Mudar as leis? Ah, só se for para beneficiar os mesmos. Afora isso, que o povão se dane e vá se queixar ao bispo!
                                                                                         
NO PAÍS DOS INGÊNUOS, HÁ QUEM ACHE QUE O CRIME NÃO COMPENSA: Ah, o Brasil dos ingênuos: como é fácil enganá-los! Ainda havia aqueles que acreditavam que as condenações do ex presidente Lula valeriam, que ele seria preso por longos anos e que pagaria por todos os seus crimes. Quando o caso chegou ao PSTF (o famoso Partido do Supremo Tribunal Federal) e ainda mais nas mãos de um petista de carteirinha, o ministro Edson Fachin, um dos indicados pelo ex presidente para o cargo, mesmo assim os ingênuos ainda achavam que a lei se sobrepujaria ao crime e que as condenações seriam mantidas. Fachin, claro, usou de uma saída criativa: não disse que Lula não foi chefe de quadrilha, nem que seu grupo não assaltou o país, porque daí seria um absurdo tão grande, que poderia ter reações inesperadas. Criativo, o ministro entrou nas firulas jurídicas, alegando que Lula foi julgado pelo tribunal errado. Cassou todas as suas condenações e ainda restituiu ao ex presidente os seus direitos políticos. Preparemo-nos, porque o próximo passo será pagar uma indenização milionária a Lula, por “erro Judiciário!” E ainda tem trouxa que acha que o crime não compensa, nesse país que não tem vergonha na cara.
 
PODEREMOS TER ATÉ 1 MILHÃO E 200 MIL DOSES DE VACINA, MAS ONDE COMPRÁ-LAS? A ideia amadureceu. A parceria se solidificou. Enfim, o Governo enviou projeto à Assembleia Legislativa, em regime de urgência, fazendo com que os deputados, pela primeira fez em 38 anos, como lembrou o vice-presidente da Casa, deputado Jean Oliveira, se reunissem num domingo, para autorizar mexidas no orçamento, de forma que Rondônia possa disponibilizar 50 milhões de reais para compra de vacina.  Com esse valor, com a dose individual custando em média 8 dólares (44 reais), seria possível comprar, hoje, nada menos do que 1 milhão e 136 mil doses de vacinas. Isso significa que o investimento permitiria que perto de 568 mil rondonienses poderiam ser imunizados com as duas doses. Há ainda uma batalha da Prefeitura da Capital, que participa de um consórcio e busca, para si, 80 mil doses (40 mil porto velhenses seriam beneficiados). Uma nova luz surge num grupo de empresários, que está tentando, sem apoio legal algum da União, comprar de outras 60 mil doses, através de um consórcio privado. Somando-se tudo isso, teríamos condições de obter perto de 1 milhão e 200 mil doses, apenas para o nosso Estado, sem contar os lotes que virão do governo federal, os próximos ainda neste mês de março.
 
REDANO QUER ATENÇÃO ESPECIAL A POLICIAIS E PROFESSORES: Jean Oliveira diz que sabe de propostas que podem elevar essa compra para até 2 milhões de doses. Mas, importante destacar: as únicas asseguradas (e assim mesmo sem detalhes sobre quando virão e quantas doses virão!), são as vacinas do Ministério da Saúde. Para todas as outras têm dinheiro, mas não há ainda a mínima ideia sobre onde comprá-las. O presidente da ALE, também destacou a sessão histórica e quer um plano especial para vacinação de grupos prioritários, incluindo policiais e professores.  Destacou: “esse é o caminho: imunizar a nossa população e agradeço à disposição de todos os parlamentares nessa importante votação". Redano em seguida anunciou que os deputados estão atentos à discussão de grupos prioritários para a vacinação. "Os policiais militares, os policiais civis, os policiais penais, os coveiros, motoristas de ambulância, atendentes de farmácia, servidores da Agência Idaron e da Emater e os professores, são vistos como prioritários na vacinação e vamos discutir mecanismos que garantam essa prioridade", acrescentou.
 
CHICO HOLANDA: “NÃO PEDIREI MAIS PARA REABRIR O COMÉRCIO” O empresário Chico Holanda, do grupo Pensar Rondônia, surpreendeu nesta segunda, ao participar do programa Papo de Redação (Parecis FM, de segunda a sexta, do meio dia às 14 horas): disse que se não houver apoio da população e de todos os comerciantes, na guerra contra o coronavirus, não vai mais pedir ao governador Marcos Rocha que não feche mais tudo, numa espécie de Lockdown. Chico lembrou que Rocha é um dos únicos cinco governadores que não assinaram um documento, pedindo um Lockdown nacional, mas que ele não suportará sozinho, toda a pressão que pode vir, caso os números de internações e mortes não diminuam no Estado. “Caso as pessoas não façam sua parte; se continuar esse mesmo número de óbitos, com mais de 100 pessoas esperando um leito de UTI, eu, Chico Holanda, não mais vou pedir ao governador Marcos Rocha, a reabertura do comércio”.
 
DESEMBARGADOR REVOGOU DECISÃO SOBRE JAIR MONTES: Em cerca de 48 horas, o desembargador Roosevelt Queiroz, do Tribunal de Justiça, determinou o afastamento do deputado Jair Montes, por 90 dias da Assembleia Legislativa (decisão do sábado) e revogou a própria decisão anterior (na tarde da segunda-feira). O parlamentar, que vem sendo um dos mais atuantes na atual legislatura, foi envolvido numa investigação da Polícia e do MP estaduais, com apoio do Tribunal de Contas, em que há suspeita de que, uma emenda que ele teria liberado como parlamentar, teria sido utilizado pela Prefeitura de Candeias do Jamari, no ano passado, para compra de testes rápidos contra a Covid superfaturados. Como o assunto corre em segredo de Justiça, nem o próprio Montes (segundo suas afirmações), sabia exatamente do que estava sendo acusado. O que se sabe, pelos bastidores, já que o tema não pode ser debatido publicamente, é que os advogados do deputado acusado informaram ao Judiciário que a emenda envolvida no caso não tinha saído de Jair Montes, mas de outro parlamentar, cujo nome ainda é desconhecido. Enfim, o caso está ainda sem detalhes e sem informações oficiais. Jair Montes está liberado, portanto, para continuar exercendo seu mandato normalmente.  
 
CÉSAR CASSOL CONTINUA BATALHANDO PELO TRATAMENTO PRECOCE: Enquanto ainda há quem não queira aceitar que o tratamento precoce ajuda sim a diminuir a força do vírus e pode salvar muitas vidas, o empresário César Cassol continua sua saga, fazendo sua parte. Ele tem comprado, com recursos próprios do Grupo César Cassol Energia, centenas e centenas de kits anti Covid, distribuindo-os gratuitamente, não só em sua cidade, Rolim de Moura, como em vários outros municípios rondonienses, mas também para nossos irmãos bolivianos, já que ele também tem grandes empreendimentos agrícolas no nosso país vizinho. Dias atrás, César liderou mais uma ação de combate ao Coronavírus, em Rolim de Moura. Foram doados mais 300 Kits para o combate a Covid-19, além de 2.600 comprimidos de Ivermectina. Dos  300 Kits para o tratamento contra a Covid-19, 270 kits serão destinados ao hospital da cidade e 30 para a Unidade de Saúde do distrito de Nova Estrela.
 
IVO CASSOL DIZ AO PP QUE ACEITA DISPUTAR O GOVERNO: Por falar nos Cassol, caso tenha legalidade em sua candidatura, Ivo Cassol será sim o nome do PP para a disputa ao Governo no ano que vem. Ainda há uma dependência importante na questão da Ficha Limpa, que será ainda discutida pelo pleno do Supremo Tribunal Federal. Há um voto favorável à extinção da pena, por já cumprida, mas ela precisa ser avaliada pelos demais ministros. Em caso positivo, Ivo Cassol, que foi duas vezes governador do Estado e senador, pode ser a grande novidade no pacote de nomes que concorrerão ao Palácio Rio Madeira, onde o atual governador, Marcos Rocha, surge, ao menos até agora, como a única candidatura sem qualquer dúvida. Vários outros políticos importantes do Estado estão na lista dos que podem brigar pelo Governo, em 2022, mas nenhum, ao menos até o momento, disse que será mesmo candidato. Afora Rocha, quem já deu OK ao seu partido foi Ivo Cassol. É sem dúvida uma candidatura de peso, caso ela for mesmo autorizada pela Justiça.
 
TIVEMOS 155 NOVAS MORTES POR COVID EM APENAS 96 HORAS: Sexta-feira, 47 mortes e 1.360 novos casos de contaminação. No sábado, 27 mortes e 847 novos afetados. No domingo, 15 óbitos, 704 casos. E chegou a segunda-feira trágica, com um  novo e lamentável conjunto de números. Lamentáveis 66 mortes, 1.341 rondonienses afetados pelo vírus. Ou seja, em apenas três dias, num final de semana de março deste triste ano de 2021, Rondônia perdeu nada menos do que 155 vidas para a Covid 19. Uma média diária de mais de 38  óbitos. Em 96 horas, tivemos três mortes a cada duas horas. A situação já não tem adjetivos para descrevê-la. Pavor, pânico, assustadora, apavorante, chocante, agonia coletiva, tragédia: o que mais falta dizer sobre o que estamos passando? O governo federal anuncia, a partir de agora, 1 milhão de vacinas por dia. Vai adiantar? Ainda não imunizamos todos os que têm o direito dos primeiros grupos. Faltam ainda vacinas para idosos entre 60 e 8 anos; para servidores da saúde; para indígenas. Agora, serão incluídos nas prioridades professores, policiais e outros grupos. Quando, enfim, chegarão essas vacinas todas para nos salvar? Quantos será o novo recorde de mortes que enfrentaremos nos próximos dias? A situação fica pior a cada dia que passa.
 
PERGUNTINHA: O que você achou da decisão do ministro Fachin, do STF, que decidiu anular todas as condenações de Lula na Operação Lava Jato e ainda lhe devolveu os direitos políticos cassados? Fonte: Sérgio Pires.
Link
Sergio Pires

Sergio Pires

Sérgio Pires, experiente jornalista e que atua na SIC TV, onde apresenta aos sábados o programa Direto ao Ponto, e diariamente o "PAPO DE REDAÇÃO" na

Relacionadas »
Comentários »