16/03/2023 às 19h15min - Atualizada em 16/03/2023 às 19h15min

Ministério Público abre exposição que exalta mulheres e inicia programação especial em Rondônia

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Conhecido por ser um Estado plural, que mistura a cultura de várias regiões brasileiras e internacionais, Rondônia acolheu pessoas de diversas naturalidades e originou uma nova geração populacional. Homenageando as mulheres que aqui vivem, o Ministério Público abriu na manhã desta quinta-feira (16) a exposição “Mulheres Inspiradoras”, disponível para visitação do público no hall do edifício-sede da Instituição, em Porto Velho.
 
Entre as histórias contadas nos retratos expostos, estão:

 
Anne Cleyane, fundadora da Associação Filhas do Boto Nunca mais;
 
Benedita Nascimento, integrante do Fórum Popular de Mulheres;
 
Ida Peréa, médica ginecologista;
 
Jeddas Ferreira, técnica de enfermagem no Distrito de Calama;
 
Karen de Oliveira, Coordenadora do Grupo Comcil;
 
Mãe Ana do Boiadeiro, Coordenadora do Grupo Mulheres de Terreiro;
 
Maria Inês Oliveira, Assistente Social;

Neidinha Bandeira, cofundadora da Associação de defesa Etnoambiental Kanindé;
 
Rita Moncks, Procuradora de Justiça aposentada;
 
Rosângela Hilário, professora universitária;
 
Zelite Carneiro, Desembargadora aposentada.


 
Quando perguntadas sobre “O que é ser mulher”, cada participante imprimiu seu olhar diante do caminho percorrido, com obstáculos e conquistas que ficaram marcadas na história de Rondônia. Os depoimentos estão disponíveis no perfil do MPRO no Instagram (https://www.instagram.com/mpro_oficial/).
 
De acordo com a Médica Ginecologista Ida Peréa, ser mulher nunca foi fácil, só foi diferente através dos tempos no Brasil e no mundo. A expectativa de vida das mulheres na década de 1950, por exemplo, era de 47 anos. Morriam muito cedo em complicações da gravidez, do parto e de infecções. De lá para cá a expectativa de vida das mulheres aumentou. Tiveram acesso à educação, ao mercado de trabalho e chegamos aos dias de hoje com múltiplos papéis, assumindo o trabalho dentro e fora de casa e, caminhando, para que tudo isso seja compartilhado com os homens”, destaca.
 
Para a coordenadora do projeto, Promotora de Justiça Tâmera Padoin Marques Marin, a exposição tem o intuito de retratar todas as mulheridades existentes, principalmente em Rondônia.

 
“Ser mulher não é existir de uma única forma ou jeito, todas nós temos um recorte de vivência, particularidade e história. Na exposição, buscamos retratar diversas perspectivas e narrativas, aplaudindo cada uma e chegando a todas as mulheres”, afirma.
 
Aberta ao público - A exposição “Mulheres Inspiradoras” fica disponível para visitação do público em geral no MP, das 7h às 14h, até o dia 23 de março. Em seguida as fotos serão expostas até o dia 31 de março no Fórum Geral César Montenegro, situado na Av. Pinheiro Machado, nº 777 – Olaria, por meio de parceria firmada com o Tribunal de Justiça de Rondônia.
 
Programação – A programação em homenagem ao Mês das Mulheres segue com inscrições gratuitas abertas ao público.

São elas:
 
16/03, às 19h

Roda de Conversa "Representatividade no Sistema de Justiça" Um debate sobre ingresso, carreira, desafios e conquistas com a Procuradora de Justiça Rita Moncks (MPRO), a Juíza de Direito (Rosilene Santana (TJAC) e a Vice-Presidente da OAB/RO, Vera Lúcia Paixão.

Inscrições: https://esmpronet.mpro.mp.br/Evento/Detalhe/10551


23/03, às 10h

MPRO Talks "Atuação feminina nas causas sociais" Com Anne Cleyane, da Associação Filhas do Boto Nunca Mais e Neidinha Bandeira, da ONG Kanindé.

Inscrições: https://esmpronet.mpro.mp.br/Evento/Detalhe/…
 


Fonte: GCI.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »