21/03/2023 às 23h42min - Atualizada em 22/03/2023 às 23h42min

Deputado Cássio Gois protesta contra falta de atendimento presencial da Energisa à comunidade de Ministro Andreazza

Pequenos produtores da área rural precisam agora andar 45 quilômetros até Cacoal, para receber o atendimento pessoal

Gazeta Rondônia
Assessoria

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Para uma comunidade onde 60 por cento da sua população é composta por produtores rurais, como resolver seus problemas utilizando apenas um totem de atendimento, num sistema que são poucos os que conseguem fazê-lo com segurança? Pois foi isso que a Energisa, empresa responsável pela distribuição da energia elétrica no estado, fez em Ministro Andreazza.

Quando os trabalhadores rurais, os pequenos produtores, os moradores da cidade e do campo precisam resolver algum problema, pedir ajuda para qualquer serviço da empresa, ao chegar na loja da Energisa é recebido apenas com um pedaço de papel, informando que o atendimento presencial só é feito, agora, em Cacoal, a cerca de 45 quilômetros de distância. Foi esta a denúncia feita, na sessão desta terça-feira (21), da Assembleia Legislativa, pelo deputado Cássio Gois. Ele comentou que o assunto fora tratado, há pouco tempo antes, na comissão de Defesa do Consumidor e aproveitou para pedir à empresa que atende todo o estado, reabra a loja que fechou em Ministro Andreaza.


O parlamentar lembrou que o serviço é de importância fundamental para toda a comunidade e que não há como se deslocar numa distância tão grande para a grande maioria dos moradores da cidade. Cássio pediu apoio dos seus pares, na Assembleia, para que seja exigida a volta do atendimento presencial com a maior urgência.

O parlamentar também destacou a participação da comissão de Transportes, onde ele apresentou pedido de recuperação de rodovias e estradas, mas principalmente da RO-383, importante acesso que liga Cacoal ao distrito de Nova Estrela. Também destacou a situação da ponte de Alto Paraíso, momentos antes destacados em pronunciamento do deputado Delegado Camargo.

O deputado Cássio Gois quer ver a obra, essencial para várias comunidades, concluída o mais breve possível. Por fim, Cássio Góis também abordou a questão do IBGE, lembrando que dos 52 municípios, apenas oito tiveram aumento populacional. Destacou ainda que em sua cidade, Cacoal, o aumento foi de 78 mil para 92 mil, mas que há convicção de que o número de habitantes já passou dos 100 mil.

Assessoria.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »