24/12/2020 às 08h38min - Atualizada em 24/12/2020 às 08h38min

Mulher de 90 anos é a primeira vacinada na Suíça contra o novo coronavírus

Gazeta Rondônia
Uma mulher de 90 anos em Lucerna se tornou a primeira pessoa na Suíça a ser vacinada contra o novo coronavírus, nesta quarta-feira (23), enquanto os militares suíços distribuíam a primeira parte das 107.000 doses do imunizante por todo o país.

Lucerna e o cantão rural de Appenzell Innerrhoden foram os primeiros entre os 26 da Suíça a iniciar as inoculações depois que os reguladores aprovaram a vacina da Pfizer/BioNtech no sábado (19).

As primeiras doses da vacina serão usadas para inocular pessoas vulneráveis, incluindo pessoas com mais de 75 anos e pessoas com problemas de saúde.

"Estou muito satisfeito por agora podermos iniciar a vacinação no cantão de Lucerna", disse o conselheiro governamental Guido Graf, diretor de Saúde e Assuntos Sociais de Lucerna. 

"Essas vacinas são um elemento importante na luta contra o coronavírus", ressaltou. “Graças ao grande empenho de todos os envolvidos, foi possível iniciar esta vacinação antes do Natal”, acrescentou. 

A população em geral poderá ser vacinada até o final da primavera (no Hemisfério Norte) de 2021, de acordo com a conta oficial da região no Twitter.

Embora as vacinas contra a Covid-19 tenham sido aprovadas em tempo recorde, a produção está abaixo da demanda, um cenário que deve se manter nos próximos meses.

A mulher em Lucerna que recebeu a injeção mora em uma casa de repouso. Seu nome não foi divulgado.

O sistema descentralizado de governo da Suíça deixou a cargo de seus cantões o desenvolvimento de planos para vacinar a nação de 8,6 milhões de habitantes, embora os militares estejam ajudando na logística.

Zurique, a maior em população, espera iniciar a vacinação em 4 de janeiro.

O Reino Unido começou a vacinar os cidadãos no início deste mês, e os Estados Unidos também deram aprovação de emergência para vacinas da Pfizer / BioNTech e Moderna e já começaram a imunização.

A Suíça, que reservou 400 milhões de francos suíços (R$ 2,3 bilhões) para comprar vacinas, tem um contrato com a Pfizer/BioNTech para obter 3 milhões de doses, o suficiente para imunizar 1,5 milhão de pessoas em duas doses com três semanas de intervalo.

O país encomendou 15 milhões de doses de vacinas, ao todo, incluindo da Moderna e AstraZeneca, cuja vacina ainda está em revisão. (CNN).
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

36.6%
4.8%
7.3%
8.3%
43.0%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp