22/04/2021 às 18h19min - Atualizada em 22/04/2021 às 18h19min

Após ser intubada e passar por parto de emergência devido à Covid-19, mãe deixa UTI ao ver fotos dos filhos gêmeos

Gazeta Rondônia

Uma semana após ter sido intubada devido à Covid-19, Vanessa Tomizawa, que estava grávida de 29 semanas de gêmeos, acordou após a equipe de enfermeiros lhe mostrar fotos dos filhos e lhe dizer que todos estavam a aguardando fora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela foi transferida para um quarto nesta quinta-feira (22).

As crianças nasceram no dia 13 de abril, em um parto de emergência. Vanessa foi intubada, assim como os filhos.

A mãe respondeu ao estímulo das enfermeiras, que mostraram fotos dos meninos e uma mensagem escrita em papel.

"Vanessa, hoje é dia 21 de abril de 2021 e temos um recado da vida para você", começa o vídeo.

E a mensagem continuou distribuída em vários papéis. "Estamos esperando por você", diz outra mensagem.

Na sequência, enfermeiras mostram foto do Henrique e foto do Gabriel. E, por fim, aparece outra mensagem: "Parabéns, estamos muito felizes com sua recuperação"

Na tarde de terça-feira (13) os médicos começaram a introduzir a alimentação para os gêmeos.

Segundo a filha mais velha, o caso da mãe é considerado grave, mas ela está sendo assistida pela equipe médica.

 

Covid-19 durante gravidez

 

Gêmeos nascidos em parto de emergência após mãe ser diagnosticada com Covid-19 deixaram a UTI — Foto: Arquivo pessoal

Gêmeos nascidos em parto de emergência após mãe ser diagnosticada com Covid-19 deixaram a UTI — Foto: Arquivo pessoal

                             Gêmeos nascidos em parto de emergência após mãe ser diagnosticada com Covid-19 deixaram a UTI — Foto: Arquivo pessoal

De acordo com o Ministério da Saúde, a situação das grávidas é analisada na categoria de 'casos especiais', a mesma que avalia como deve ser o atendimento de cardíacos e outros pacientes vulneráveis.

No documento com todas as diretrizes para o atendimento às mulheres grávidas, o governo orienta que os médicos não descartem a chance de um agravamento do quadro, já que há uma maior vulnerabilidade às infecções em geral durante o período.

Entre as determinações, estão uma consulta bimestral com um profissional de saúde e a individualização dos cuidados para cada mulher sobre como deverá ser o parto. Fonte G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

42.9%
0%
0%
0%
57.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp