Gazeta Rondônia Publicidade 728x90
11/02/2024 às 10h51min - Atualizada em 11/02/2024 às 10h51min

Polícia Militar combate desmatamento ilegal em Rondônia

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

No dia 08 de fevereiro, o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) recebeu informações sobre um desmatamento ilegal em andamento em uma fazenda localizada nas proximidades da Estrada da Penal. Em uma ação conjunta, a patrulha ambiental, o Núcleo de Inteligência do BPA e o Batalhão de Choque se deslocaram até o local para combater as atividades criminosas.

Ao chegarem no local indicado da fazenda, os policiais encontraram uma barraca feita de lona e uma cancela feita de corda com duas bandeiras, sendo umas delas da Central de Movimentos Populares – CMP, para controlar o acesso somente de quem eles permitissem. Logo na chegada, os policiais militares foram surpreendidos por fogos de artifício, uma tática comum entre invasores para alertar a presença das autoridades. Mais de 100 pessoas, incluindo homens, mulheres, idosos e crianças, estavam acampadas no local. Apesar da tentativa de intimidação, os policiais seguiram a fiscalização a pé pelos carreadores da propriedade.

Durante o percurso, foram encontradas motosserras e uma máquina do tipo pá carregadeira realizando o desmatamento. O operador da máquina conseguiu fugir ao perceber a presença dos policiais a uma certa distância.

Ficou confirmada a prática de crime ambiental, conforme estabelecido pelo artigo 50 da Lei Federal 9605/98. Todo o material utilizado para o desmatamento foi apreendido, incluindo sete motosserras, um trator do tipo pá carregadeira, uma arma de fogo, três caixas de fogos de artifício, oito armas brancas (facões) e duas foices.

A população pode contribuir com as ações da Polícia Militar, podendo realizar denúncias de atividades suspeitas de forma anônima por meio do 190 ou do disque-denúncia do Batalhão de Polícia Ambiental, pelo número (69) 9995-6874.

A Polícia Militar reforça seu compromisso com a preservação ambiental e a luta contra práticas ilegais que colocam em risco a fauna, a flora e o equilíbrio ecológico da região. A colaboração da sociedade é fundamental para o sucesso dessas operações. Fonte: PMRO

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »