17/02/2024 às 11h08min - Atualizada em 17/02/2024 às 11h08min

Deputada federal rondoniense consegue liberação no STF das contas bancárias de William Ferreira “Homem do Tempo”

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

A intervenção da Deputada Federal Cristiane Lopes (União Brasil), que emitiu um ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) em janeiro deste ano, contribuiu para o desbloqueio das contas bancárias do jornalista Willian Ferreira, ‘O Homem do Tempo’, que enfrenta desafios em sua saúde neste momento, com um estágio inicial de câncer na próstata e uma mancha no pulmão.

Cristiane Lopes destacou a delicada situação do jornalista, ressaltando que ele permanecia preso sem uma denúncia formal. Além disso, enfatizou a gravidade da condição de saúde enfrentada por William, demandando atenção médica urgente.

 
“É gratificante saber que nossos esforços resultaram no desbloqueio das contas e na garantia do acesso de Willian ao tratamento necessário. Esta conquista é crucial para sua saúde e bem-estar”, enfatizou.

Clique aqui para seguir o canal do Portal Gazeta Rondônia no WhatsApp

Toda intervenção começou em janeiro, quando a parlamentar oficiou ao Ministro Alexandre de Moraes do STF, relatando a preocupante situação em que o jornalista se encontrava e solicitando a liberdade provisória dele. Destacada a gravidade da situação, agravada pelo histórico familiar de câncer, o que aumentava significativamente o risco à sua saúde e vida, além da possibilidade de consequências fatais devido à ausência de um tratamento médico adequado que era alarmante.

Apesar da decisão de liberdade provisória favorável no dia 23 de janeiro, William permaneceu internado para receber os cuidados médicos adequados. A liberdade concedida pelo ministro do STF permitiu que ele respondesse ao processo em curso fora das dependências hospitalares, fazendo uso de uma tornozeleira eletrônica.

Esta condição já seria suficientemente preocupante por si só, mas é agravada pela identificação de uma mancha no pulmão, elevando significativamente a complexidade e a urgência dos tratamentos necessários. Com suas contas bancárias bloqueadas por decisão do STF, Willian ficou limitado severamente em sua capacidade de prover não somente as suas necessidades médicas que exigem tratamento contínuo, como também de sua família.

Muito feliz com o resultado de sua ação, Cristiane Lopes enfatizou que é importante lutar por justiça e que os direitos humanos devem prevalecer.
 
“Entendo que medidas judiciais podem ser necessárias para a manutenção da ordem e da justiça, mas também acredito firmemente que tais medidas não devem impedir o acesso de um indivíduo aos meios básicos de subsistência, especialmente em circunstâncias que envolvem questões de saúde e a manutenção de uma família”, finalizou.

Receba as principais notícias do Gazeta Rondônia com exclusividade no WhatsAppTelegramFacebook ou Instagram e fique por dentro de tudo!
 
Fonte: Assessoria.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »