02/05/2021 às 19h21min - Atualizada em 02/05/2021 às 19h21min

Dona Maria celebra 100 anos após vencer a Covid-19 duas vezes

Gazeta Rondônia

A mãe do ex-governador Dante de Oliveira, Maria Benedita Martins de Oliveira, completou 100 anos, nesse sábado (1º), depois de ser curada da Covid-19 por duas vezes. Na segunda vez que contraiu o vírus, ela já tinha sido vacinada e os sintomas foram mais fracos.

Missa de ação de graças foi celebrada em comemoração ao aniversário dela — Foto: Gustavo Duarte/Prefeitura de Cuiabá

Missa de ação de graças foi celebrada em comemoração ao aniversário dela — Foto: Gustavo Duarte/Prefeitura de Cuiabá

Missa de ação de graças foi celebrada em comemoração ao aniversário dela — Foto: Gustavo Duarte/Prefeitura de Cuiabá

Em comemoração ao aniversário, foi celebrada uma missa de ação de graças na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, em Cuiabá, com a presença da família e de alguns políticos, entre eles do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), da viúva de Dante de Oliveira, Thelma de Oliveira, que é ex-prefeita de Chapada dos Guimarães e ex-deputada federal, e do deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

Maria com os quatro filhos — Foto: Gustavo Duarte/Prefeitura de Cuiabá

Maria com os quatro filhos — Foto: Gustavo Duarte/Prefeitura de Cuiabá

Maria com os quatro filhos — Foto: Gustavo Duarte/Prefeitura de Cuiabá

Filhos, netos, bisnetos e tataranetos prestaram homenagens à centenária durante a celebração, que terminou com uma chuva de pétalas de rosas sobre Maria Benedita.

 

Venceu a Covid-19

 

Maria foi infectada pela Covid-19 pela primeira vez em agosto de 2020. Na época, ela foi acompanhada durante 20 dias por um médico na casa dela. Desta vez, também ficou em de quarentena em casa e foi liberada do isolamento total no último sábado (10).

A matriarca teve sete filhos. Além do ex-governador, outros dois já morreram. Os quatro filhos de Maria também foram vacinados.

Maria de Oliveira é mãe do ex-governador Dante de Oliveira, que governou Mato Grosso entre 1995 e 2002.

O político ficou conhecido pela autoria da emenda constitucional que restabelecia as eleições diretas para presidente da república, no movimento que resultou na campanha das 'Diretas Já'.

Ele também foi prefeito de Cuiabá três vezes, deputado federal por Mato Grosso, deputado estadual e ministro da Reforma e do Desenvolvimento Agrário.

Dante morreu em 2006, aos 54 anos, após passar mal em casa e ser internado com pneumonia. Fonte G1

 
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp