12/05/2024 às 20h12min - Atualizada em 12/05/2024 às 20h12min

CEREJEIRAS: Paciente compartilha vídeos que mostram situação precária da casa de apoio em Porto Velho

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

O morador do município de Cerejeiras (RO) Milton Gonçalves Lopes, 49 anos, enviou para a redação do portal eletrônico Gazeta Rondônia, neste domingo (12), diversos vídeos que mostram a situação precária da casa de apoio que hospedam pacientes de Cerejeiras e outros 32 municípios de Rondônia na capital Porto Velho.
 
Milton chegou neste domingo (12) na casa de apoio em Porto Velho, onde permanecerá até quinta-feira (16) em tratamento de saúde contra a Hepatite B e se assustou com as precárias instalações do espaço gerido pelo Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia - CIMCERO e destinado aos pacientes de Cerejeiras.



 
”Não é a primeira vez que faço uso da casa de apoio, sempre venho fazer tratamento e cada vez a situação esta muito pior, mas agora está insuportável, tentamos mudar de quarto e não foi autorizado, tem 3 homens e uma mulher (uma senhora) no mesmo quarto, isso é um absurdo, cadê nossos vereadores e gestores públicos de Cerejeiras que não enxergam isso?” Desabafou Lopes,

Nas imagens é possível ver vazamentos na laje do quarto com água caindo em cima da cama, paredes e tetos mofados e banheiro em condições precárias e insalubre para quem está em tratamento de saúde com baixa imunidade.

A casa de apoio funciona na Avenida Jorge Teixeira, esquina com a Rua Dom Pedro II, em frente à rodoviária na área central de Porto Velho, onde funcionou por décadas o Hotel Rey. O prédio está muito velho, sem manutenção e deteriorado.

"O CIMCERO é um Consórcio Público de Municípios do estado de Rondônia. Em 2017 o Consórcio criou o programa Casa de Apoio, para auxiliar e facilitar o tratamento de saúde dos munícipes dos municípios consorciados na cidade de Porto Velho."




No portal do consórcio CIMCERO tem um texto informando que:
 
“O principal objetivo é promover dignidade às famílias que precisam”.

A Casa de Apoio do Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (CIMCERO), localizada em Porto Velho, realiza cerca de 6 mil atendimentos por mês, uma média de 72 mil por ano. A unidade recebe pessoas vindas de 28 municípios de Rondônia que mantem parceria com Consócio para obter assistência e hospedagem.

No local, além da estrutura com 420 vagas em quartos com ar condicionado e banheiros, são oferecidos café da manhã, almoço, café da tarde e jantar. O principal objetivo é promover dignidade às famílias que viajam até a capital para tratamento de saúde.

A Casa, que é considerada um dos maiores “hotéis públicos” do Estado, é mantida e gerida pelo Consórcio através de parceria com as prefeituras consorciadas. As secretarias municipais de saúde realizam o atendimento e encaminham os usuários e a equipe de Porto Velho recepciona e organiza a hospedagem.

A unidade de atendimento desenvolve um trabalho importante de assistência a essas pessoas. A grande maioria enfrenta momentos de dificuldade e necessita de atendimento médico, realização de consultas, exames e cirurgias. É hospedada diariamente uma média de 400 pessoas, que além da hospedagem temporária, conta com alimentação de ótima qualidade e sem custo.
 
A equipe de reportagem do portal eletrônico Gazeta Rondônia, manteve contato com a prefeita de Cerejeiras Lisete Marth, vice-prefeito José Carlos Valendorf e com o secretário municipal de saúde Ederson Lopes e deixa o espaço aberto caso algum dos gestores queiram se manifestar.



 
Fonte: Gazeta Rondônia.
 

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »