01/07/2021 às 16h51min - Atualizada em 01/07/2021 às 16h51min

Região Norte e Rondônia são destaques na geração de empregos com carteira assinada em maio de 2021

Gazeta Rondônia
Victória Bacon
Créditos: Secretaria de Empregos do Ministério da Economia, da assessoria de comunicação e publicidade.

No mês de maio, o Brasil criou 280.666 vagas de emprego com carteira assinada. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 01 de julho, pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados hoje pelo Ministério da Economia. Esse resultado decorreu de 1.548.715 contratações e de 1.268.049 desligamentos.

O total de empregos com carteira no país somou 40.596.340 em maio, o que representa uma variação de 0,7% em relação ao mês anterior. Em abril, foram abertas 116.423 vagas, segundo dados revisados.

O aumento real de 0,7% de empregos com carteira assinada, é o sinal do início da recuperação econômica num período de declínio da pandemia que iniciou há 15 meses.

 

 

O saldo é positivo na geração de empregos com carteira assinada analisando o demonstrativo de dados do Caged nos últimos 12 meses. 1.233.372 vagas, decorrente de 7.971.258 admissões e de 6.737.886 desligamentos (com ajustes até maio).

Importante ressaltar que o Governo Federal criou mecanismos para a manutenção dos empregos durante a pandemia. A complementação de renda a trabalhadores que foram desligados por causa da pandemia por meio da estabilidade dos empregos em acordos com as empresas e indústrias.

As vagas criadas com carteira assinada são: Serviços: (+110.956 postos) Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas: (+60.480 postos) Indústria: (+44.146 postos) Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura: (+42.526 postos) Construção: (+22.611 postos).


 

A Região Norte apresentou o melhor resultado do país com (+17.800 postos, +0,96%). Rondônia apresentou saldo positivo e está entre os cinco estados do país que, percentualmente à população economicamente ativa, gerou empregos positivamente com carteira assinada. Proporcionalmente à população economicamente ativa, Rondônia está em terceira posição da Região Norte na criação de empregos com carteira assinada, atrás de Tocantins e Acre.

O setor de comércio foi o que mais criou novos postos de trabalho, seguido das atividades ligadas à construção e por último o setor de serviços. O Agronegócio estacionou em relação ao mês de abril de 2021 não apresentando crescimento. O maior crescimento em relação aos meses de abril e maio foi o da construção civil.

A média de salário dos contratados é de R$ 1.797,10 de acordo com a Secretaria de Previdência e Trabalho.



 

Em Rondônia foram contratados com carteira assinada 9.882 trabalhadores (admissões) e 8.584 trabalhadores foram demitidos (desligamentos). O saldo é de 1.298 em maio de 2021.

No início da pandemia, o número de trabalhadores desligados em Rondônia foi de 5.196. Com o resultado do mês de maio de 2021 de saldo positivo de 1.298 trabalhadores com carteira assinada, há muito para se comemorar.

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp