08/08/2021 às 10h25min - Atualizada em 08/08/2021 às 10h25min

Brasil encerra Olimpíadas com recorde de medalhas

País ganhou 21 medalhas em Tóquio; recorde anterior era de 19, conquistadas no Rio-2016

Gazeta Rondônia

As Olímpiadas de Tóquio terminaram com saldo positivo para o Brasil. O país fez a sua melhor campanha olímpica de todos os tempos e ficou em 12º na classificação geral. A cerimônia de encerramento foi realizada na manhã deste domingo (8), na capital japonesa.

O evento contou com as tradicionais apresentações e desfiles de delegações, mas sem público. O Brasil garantiu recorde de medalhas em uma única edição dos Jogos. O feito foi celebrado depois da classificação da seleção feminina de vôlei para a final, na sexta-feira (6). A equipe enfrentou os Estados Unidos na madrugada deste domingo (8).
 
As Olimpíadas de Tóquio começaram oficialmente no dia 23 de julho. Elas foram adiadas 1 ano devido à pandemia de covid-19. Os Jogos foram realizados em uma Tóquio em estado de emergência e fechada para turistas. O evento contou com protocolos de segurança rigorosos, que incluíram testagem diária, locomoção restrita e apresentações sem público. Os japoneses não apoiaram a realização do evento. Uma pesquisa feita pouco antes do início dos Jogos mostrou que menos de 1/4 dos japoneses (23,9%) apoiou a realização das Olimpíadas em 2021. Os restantes se dividiram entre adiar (36,4%) ou cancelar essa edição (33,7%).
 
A 32ª edição dos Jogos Olímpicos recebeu cerca de 11.000 atletas, de pelo menos 204 países, que competiram em 33 diferentes modalidades. Mesmo em meio à tensão, eles não deixaram de brilhar.

MEDALHAS DO BRASIL EM TÓQUIO

Ao todo, atletas do Brasil ganharam 21 medalhas olímpicas em Tóquio, superando as 19 conquistadas nos Jogos do Rio-2016. Naquele ano, foram 7 ouros, 6 pratas, 6 bronzes. Agora, o Brasil conquistou 7 ouros, 6 pratas e 8 bronzes.

Ouro

Ítalo Ferreira (surfe)

Rebeca Andrade (salto sobre a mesa)

Martine Grael/Kahena Kunze (vela classe 49er FX)

Ana Marcela Cunha (maratona aquática)

Isaquias Queiroz (canoagem de velocidade C1 1000)

Hebert Conceição (boxe)

Equipe masculina – futebol

Prata

Kelvin Hoefler (skate street)

Rebeca Andrade (ginástica individual geral)

Rayssa Leal (skate street)

Pedro Barros (skate park)

Beatriz Ferreira (boxe peso leve)

Equipe feminina – vôlei

Bronze

Alison dos Santos (400m com barreiras)

Thiago Braz (salto com vara)

Abner Teixeira (boxe até 91kg)

Mayra Aguiar (judô)

Daniel Cargnin (judô)

Bruno Fratus (natação 50m livre)

Fernando Scheffer (natação 200m livre)

Luisa Stefani e Laura Pigossi (tênis)

Fonte: Poder360.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

40.6%
2.9%
5.8%
11.6%
39.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp