18/08/2021 às 07h54min - Atualizada em 18/08/2021 às 07h54min

Em Porto Velho, mais de 100 mil pessoas não tomaram a 1ª dose contra a Covid

Jovens de 20 a 24 anos são os que menos tomaram vacina contra a Covid na capital, seja primeira dose ou única.

Gazeta Rondônia
G1

Mais de 100 mil moradores de Porto Velho ainda não tomaram a primeira dose de vacina contra o coronavírus, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

 
No início desta semana, a prefeitura começou a vacinar jovens a partir de 18 anos (sem comorbidades).
 
O relatório da Semusa revela que, dentro do grupo vacinal, os jovens de 20 a 24 anos são os que menos tomaram vacina contra a Covid na capital. Até a segunda-feira (16), 24.914 moradores desse grupo não tinham tomado a primeira dose ou dose única.
 
Já o segundo grupo que menos vacinou é o de 30 a 34 anos. Ao todo, 20.529 pessoas não procuraram os pontos de vacinação para receber a dose de algum imunizante.
 
 
Quantos habitantes não tomaram 1ª dose ou dose única
 

Idade

Moradores faltantes

 

 

18 e 19 anos

13.302

20 a 24 anos

24.914

25 a 29 anos

19.181

30 a 34 anos

20.529

35 a 39 anos

14.675

40 a 44 anos

10.236

45 a 49 anos

6.494

50 a 54 anos

5.050

55 a 59 anos

2.523

60 a 64 anos

153

65 a 69 anos

0

70 a 74 anos

0

75 a 79 anos

0

acima de 80 anos

0

 

 

Total

116.957

 

 
Ao todo, a capital precisa imunizar 387.468 pessoas contra o coronavírus, e apenas 273.146 tomaram a primeira dose ou dose única. Isso corresponde a 70% do grupo vacinal, estipulado pelo Ministério da Saúde.
 

 
A Prefeitura de Porto Velho iniciou a vacinação contra a Covid-19 em 19 de janeiro e foi ampliando o calendário de vacinação do público-alvo conforme chegam novas doses.
 
Idades que mais vacinaram
 
A Semusa também divulgou a lista dos grupos que mais procuraram os pontos de vacinação em Porto Velho.
 
A cobertura de vacinação superou os 100% de todos os idosos com mais de 65 anos. Já entre os de 60 e 64 anos, 99,15% desse público foi imunizado com a primeira dose ou dose única.
 
Em relação ao público de 45 a 49 anos, a vacina foi aplicada em 80,43% dos moradores.

Coronavírus: quanto tempo a proteção da vacina vai durar?

Especialistas são unânimes ao dizer que não, já que é muito melhor tomar qualquer vacina disponível do que ficar vulnerável à Covid-19. E, ao se vacinar, você ajuda a aumentar a cobertura vacinal, que é o mais importante neste momento.
 
Todas as vacinas aplicadas no Brasil contra a Covid-19 são capazes de proteger de casos graves e de morte pela doença. Isso já foi demonstrado tanto em ensaios clínicos (quando os cientistas medem a eficácia de uma vacina) quanto na "vida real" (quando a efetividade da vacina é constatada).
 
Cadastro para agendar vacina

O cadastro para agendar a vacina está aberto para toda população de Porto Velho e deve ser realizado pelo aplicativo Sasi.
 
O app segue os parâmetros do Plano Nacional de Imunização (PNI) e foi planejado para registrar informações sobre a população e facilitar o agendamento das vacinas. O sistema é autoexplicativo e para ativá-lo, o usuário deve digitar o código PVH21. O aplicativo está disponível para celulares Android e também sistema IOS.
 
Após fazer o cadastro, o morador pode consultar no Portal Imuniza, da prefeitura, se já foi feito o agendamento da vacinação para o seu CPF. É possível checar os dados cadastrados no aplicativo Sasi na aba "Consultar Agendamento", em seguida é só preencher com CPF e data de nascimento nos campos solicitados.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

40.6%
2.9%
5.8%
11.6%
39.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp