20/08/2021 às 08h19min - Atualizada em 20/08/2021 às 08h19min

Rondônia autoriza vacinação contra covid-19 em adolescentes a partir de 12 anos

Gazeta Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), aprovou o início da vacinação contra covid-19 para adolescentes entre 12 a 17 anos, com o imunizante da farmacêutica Pfizer. A decisão foi tomada durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), nesta quinta-feira (19), em Porto Velho, e levou em consideração o avanço da vacinação contra a covid-19 em todo o estado de Rondônia, bem como a necessidade urgente de ampliar a cobertura vacinal com a 2ª dose e também disponibilizá-la aos menores de 18 anos.

Os adolescentes com comorbidades serão os primeiros a serem vacinados. Na sequência, será disponibilizada aos demais da faixa etária. Na reunião, ficou mantido o intervalo de 45 dias entre a 1ª e 2ª doses para os adolescentes.

A decisão considerou ainda a aprovação da segurança e eficácia da vacina Pfizer pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para aplicação em adolescentes de 12 a 17 anos, assim como a rápida dispersão da variante Delta, contra a qual o imunizante tem se mostrado eficaz para bloquear sua expansão.

O secretário de saúde, Fernando Máximo, esclarece que o governador Marcos Rocha, sempre em tratativas com o presidente Jair Bolsonaro, visou priorizar a imunização da população rondoniense. Com a aprovação da vacinação para adolescentes com comorbidades ou que tenham deficiência física permanente, além de autistas e  com síndrome de down, dentre outros estão incluídos no grupo prioritário.

“O pré-requisito para o adolescente é que traga um laudo médico comprobatório e, para a prefeitura que tenha atingido a idade de vacinação de 18 anos. Reforço que a variante Delta está às nossas portas e nossos cuidados devem ser redobrados, inclusive, com a vacinação, incentivando e proporcionando que cada vez mais as pessoas se vacinem, especialmente com a segunda dose, pois somente com as duas doses estaremos imunes a variante Delta”, reafirma Máximo destacando que alguns municípios já atingiram a faixa-etária de vacinação para a população a partir de 18 anos.

O diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, frisa a importância da vacinação dessa faixa-etária. “A vacinação visa ampliar a população vacinável e criar um círculo de proteção contra as variantes externas que estão ameaçando adentrar nosso Estado, além de proteger os estudantes com a volta as aulas. Assim temos a segurança sanitária de que não teremos uma terceira onda da doença”, diz.

A Secretaria de Saúde recomenda que os municípios iniciem a vacinação dos adolescentes à medida em que terminem de vacinar, com pelo menos uma dose, toda a população acima de 18 anos. Acompanhe o calendário de vacinação do seu município para realizar sua vacinação. Fonte: Secom.
 

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

37.5%
4.5%
5.7%
11.4%
40.9%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp