20/08/2021 às 20h50min - Atualizada em 20/08/2021 às 20h50min

Professora Dra. Escritora Cledenice Blackman é agraciada com a Cruz do Mérito Acadêmico e Profissional

Gazeta Rondônia
Izabel Cristina

A professora doutora e escritora Cledenice Blackman, foi agraciada com a honraria da “Cruz do Reconhecimento Social e Cultural”, outorgada pela Câmara Brasileira da Cultura - Academia de Ciências e Artes, Grau Dama Comendadora, pela expressiva atuação no campo social e cultural na cidade de Porto Velho.

Cledenice Blackman é uma mulher negra, descendente de barbadianos da quarta geração, nascida no dia 01 de agosto de 1976, na cidade de Porto Velho, onde reside  até os dias atuais. Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Câmpus Marília (2020). Mestrado em História pela Universidad Pablo de Olavide em convênio com Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR e a Universidad de Múrcia (2009/2010), Mestrado em História e Estudos Culturais pela Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR (2013/2015). Licenciada e Bacharela em História pela Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR (2003/2006). Bacharela em Biblioteconomia pela Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR (2009/2013). Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão, Supervisão e Orientação Escolar pela Faculdade de Ciências Administrativas e Tecnologia de Rondônia - FATEC-RO (2007/2008). Membra efetiva da Academia Rondoniense de Letras - ARL ao titular da cadeira nº 36, cujo o patrono é Henry Major Tomlinson. Cledenice Blackman é Autora do Livro: Do madeira mar do Caribe à beira do Madeira: Historiografia, Cultura e Imigração (2019); Organizadora dos livros e Escritora de Artigos - A prática docente na Amazônia Ocidental (2018); Dossiê Rondônia - “O rio que nos une” – Educação, Migração e Cultura nestas paragens (2019); A Educação de Jovens e Adultos: práticas, políticas e desafios (2019). Tem vários artigos publicados em revistas qualificadas que podem ser acessado via Google utilizando utilizando os descritores: Cledenice Blackman, Afro-Antilhanos Ingleses, Barbadianos, Comunidade Afro-Antilhana, Imigranção das Antilhas Inglesas et al. Como investigadora faz parte de três grupos de pesquisa, dessa maneira, é pesquisadora do Centro de Documentação e Estudos Avançados sobre Memória e Patrimônio de Rondônia – CDEAMPRO; Grupo de Pesquisa em Educação, Filosofia e Tecnologias GET/IFRO. Grupo de Trabalho Relações Étnico-Raciais e Decolonialidades (RERAD)/Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições – FEBAB. Atuando e pesquisando temas: Anterioridade da Mulher Afro-Antilhana na História de Rondônia e da Educação, Historiografia sobre os (as) Afro-Antilhanos(as), Imigração dos(as) Barbadianos(as) ou Antilhanos(as) para Amazônia Brasileira, especificamente, para Porto Velho. Educação, Patrimônio, Identidade, Gênero, Memória, Cultura, Fontes de Informação e Assessoria para Centro de Cultura: Bibliotecas, Centro de Documentação.


 

A Câmara Brasileira da Cultura - Academia de Ciências e Artes outorga a honraria “Cruz do Reconhecimento Social e Cultural”, àqueles que com sua capacidade profissional e ética além do espírito de fraternidade dignificam e promovem a qualidade de vida do ser humano.

A Câmara Brasileira de Cultura é uma ONG de nível nacional, reconhecida nas Américas do Sul e Central, Caribe, Europa. Representa o universo Acadêmico, por intermédio dos seus Conselhos e acadêmicos da Academia Ciências e Artes. É representada pela Ceres (latim) ou Agripa (grego), que representa a Deusa da Fartura ou da Agricultura, e está presente na maioria das moedas e papéis moedas do mundo, inclusive no “Real”.

A solenidade de entrega da honraria pela Câmara Brasileira de Cultura será no IV Encontro Amazônico da Instituição, a se realizar no dia 28 de agosto de 2021, no Salão Nobre do Braz Festas, em Porto Velho, Rondônia.

 

“Muito bom ver nosso trabalho reconhecido. Esse trabalho que faço com o melhor profissionalismo possível, com dedicação, sobretudo, com muito amor”, disse a agraciada, Cledenice Blackman.


Fonte: Izabel Cristina
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

40.6%
2.9%
5.8%
11.6%
39.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp