24/08/2021 às 19h03min - Atualizada em 24/08/2021 às 19h03min

Conheça os paratletas rondonienses que competem pelo pódio nas Paralimpíadas de Tóquio

Gazeta Rondônia

Após duas semanas do final das Olimpíadas, novamente os olhos se voltam para Tóquio, no Japão. A partir desta terça-feira (24), atletas de todo o mundo vão disputar as Paralimpíadas. Entre eles, três são nascidos em Rondônia e competem em modalidades do atletismo.

Quem são eles?

KESLEY TEODORO

 

Kesley Josué Teodoro, Atletismo 100m, Classe: T12 (atleta com baixa visão)

Kesley Josué Teodoro, Atletismo 100m, Classe: T12 (atleta com baixa visão)

 

Atleta de 30 anos e natural de Rolim de Moura (RO). Nos primeiros anos da infância, Kesley apresentou sintomas de uma patologia genética que afeta a retina, chamada doença de Stargardt. Ele conheceu o atletismo através da sua irmã, Ketyla, que sofre da mesma doença genética, e que estava no ensino médio quando foi convidada a participar das Paralímpiadas Escolares, em 2012.

Kesley já tinha se formado, mas seus pais afirmaram que só deixariam Ketyla ir até São Paulo se o irmão a acompanhasse. O técnico que convidou sua irmã percebeu que o atleta também poderia correr e ele iniciou sua carreira também nas Paralímpiadas Escolares.

  • Principais conquistas: Quarto lugar nos 100m nos Jogos Paralímpicos Rio 2016
  • Ranking internacional: 9º lugar nos 100m
  • Participações Paralímpicas: 1 (Rio 2016)

KETYLA TEODORO

Ketyla Teodoro - Atletismo 200m e 400m Classe: T12 (atleta com baixa visão)

Ketyla Teodoro - Atletismo 200m e 400m Classe: T12 (atleta com baixa visão)


 

Ketyla tem 25 anos e é natural de Rolim de Moura (RO). A paratleta é irmã do competidor Kesley e tem a mesma doença genética do irmão, a patologia de Stargardt. Ela enxergou até os 12 anos, quando sua visão piorou rapidamente e hoje ela só enxerga de 5% a 10%. A atleta conheceu o esporte paralímpico no último ano do ensino médio, quando um treinador de um clube em Rondônia buscava atletas para participar das Paralímpiadas Escolares de 2012.

  • Principais conquistas: Bronze nos 400m nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019.
  • Ranking Internacional: Terceiro lugar nos 200m e 400m.
  • Participação Paralímpica: 0

 

Ketyla Teodoro e seu guia de provas — Foto: Alexandre Feital/CPB

Ketyla Teodoro e seu guia de provas — Foto: Alexandre Feital/CPB




 

MATEUS EVANGELISTA


Mateus Evangelista - Atletismo 100m e salto a distância Classe: T37 (atleta com coordenação limitada)

Mateus Evangelista - Atletismo 100m e salto a distância Classe: T37 (atleta com coordenação limitada)

Atleta de 27 anos e natural de Porto Velho. Na hora do parto, Mateus teve falta de oxigenação no cérebro e, como sequela, o lado direito de seu corpo ficou comprometido. Aos 12 anos, assistiu a uma palestra sobre esporte paralímpico em sua escola e decidiu falar com os responsáveis para conhecer as modalidades e a partir disso, começou no atletismo.

  • Principais conquistas: Prata no salto em distância no Mundial Dubai 2019; ouro nos 100m, prata nos 200m e no salto em distância nos Jogos Parapan-Americanos Lima 2019; ouro nos 100m, prata nos 200m e prata no salto em distância no Mundial Londres 2017; prata no salto em distância nos Jogos Paralímpicos Rio 2016; ouro nos 100m, nos 200m e no salto em distância nos Jogos Parapan-Americanos Toronto 2015.
  • Ranking internacional: 9º lugar no salto a distância e 5º lugar nos 100m (50 segundos a menos que o primeiro colocado).
  • Participações Paralímpicas: 1 (Rio 2016)
Mateus Evangelista — Foto: Marco Antônio Teixeira/CPB

Mateus Evangelista — Foto: Marco Antônio Teixeira/CPB



Fonte: G1

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

37.5%
4.5%
5.7%
11.4%
40.9%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp