31/08/2021 às 21h00min - Atualizada em 31/08/2021 às 21h00min

Homem que agrediu mulher e tentou subornar policiais para não ser preso é condenado em Rondônia

Gazeta Rondônia

Um homem foi condenado por agressão e corrupção ativa em Rondônia. Ele agrediu e ameaçou de morte uma mulher em Porto Velho e ao ser preso tentou subornar os policiais alegando ter câncer.

A decisão da 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJ-RO) reformou a primeira sentença, que absolveu o réu por “por fragilidade nas provas”.

"A materialidade dos delitos é incontestável, pois está evidenciada no auto de prisão em flagrante, ocorrência policial, laudo de lesão corporal e pelos depoimentos colhidos em Juízo", diz a nova sentença.

O réu foi condenado a 2 anos, 8 meses e vinte dias de reclusão, mais dez dias-multa, e deve cumprir a pena inicial em regime semiaberto.

 

Entenda o caso

 

De acordo com as informações do processo, o réu invadiu a casa da mulher sem nenhum motivo aparente em maio de 2020 e a agrediu com socos e enforcamento dizendo que iria matá-la. A vítima só sobreviveu porque vizinhos ouviram a confusão.

O homem chegou a ser preso em flagrante e tentou subornar os policiais. Primeiro ele alegou ter câncer e depois confessou que fazia parte de uma facção criminosa e tinha medo de ser morto na prisão.

Em seu voto, o relator desembargador Gilberto Barbosa determinou que cópias do processo e da gravação da mídia da audiência onde o réu se declara integrante de uma facção sejam enviadas ao Ministério Público para apuração. Fonte: G1

 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

40.6%
2.9%
5.8%
11.6%
39.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp