03/09/2021 às 16h46min - Atualizada em 03/09/2021 às 16h46min

Clube de Tiro de Cerejeiras emite nota de esclarecimento a respeito de denúncia de vizinho

Gazeta Rondônia

O presidente do Clube de Tiros do município de Cerejeiras-RO, Valmir Joaquim de Faria, emitiu nesta sexta-feira (03) nota de esclarecimentos em resposta a matéria jornalística; “MPF de Rondônia deflagra inquérito para investigar Clube de Tiro; moradores relatam que projéteis estão atingindo suas residências” publicada pelo jornal eletrônico Rondônia Dinâmica no dia 01 de setembro de 2021 e replicado por outros veículos de comunicação.
 

VEJA NA ÍNTEGRA A NOTA DE ESCLARECIMENTOS

NOTA DO CLUBE DE TIRO DE CEREJEIRAS
 
O Clube de Tiro de Cerejeiras - devidamente inscrito no CNPJ 31 .175.059/0001-44, no Endereço na Estrada Aurelino Fernandes da Silva, Chácara 41 em Cerejeiras-RO, CR 328668, Entidade de Caça e Tiro desportivo vem esclarecer as matérias vinculadas nos sites. Que na data de 29 novembro de 2020 estava no clube de Tiro 2 atiradores fazendo uso de uma das pista de arma curta, quando chegou uma pessoa dizendo que sua casa havia sido atingida por um projetil, a vítima disse que iria acionar a Polícia militar para registro da ocorrência, os atiradores que faziam o uso da pista, surpresos com a notícia, informaram que aguardaria no local para aguardar as medidas cabíveis, pois possivelmente seriam conduzidos até a delegacia com suas armas para serem ouvidos, mas ao se passar mais de hora no local, os atiradores decidiram procurar a suposta vítima para saber sobre o andamento da ocorrência na residência, ao chegar ao local foram informados pelo marido da suposta vítima que a mesma havia pego o projetil e procurado a delegacia para registrar a ocorrência. Ressaltamos que a residência a qual diz ser vítima, fica a mais de 400 metros da pista de tiro em posição lateral a direção dos alvos de tiro na pista.
 
O presidente do clube de tiro foi ouvido pela Polícia Civil e o caso foi encaminhado ao Ministério Público Estadual que arquivou o caso por ser de competência do Ministério Público Federal. E até o presente momento este clube de tiro não foi notificado pelo Ministério Público Federal e está à disposição para ser ouvido. O Exército veio até o Clube de Tiro e fez a vistoria e vendo que o clube de Tiro está tudo conforme exige a lei. Lembrando que antes de funcionar já tinha sido inspecionado pelo Exército, que é o órgão competente na vistoria e possui todas as documentações legais exigidas para seu funcionamento. A direção do clube de tiro sempre manteve em contato com as chácaras vizinhas para ver se tem caso de ricochetes de projetil, pois o nosso maior objetivo e preocupação é segurança dos sócios e demais que ali se encontram.
 
Mas até o momento apenas a proprietária desta chácara, diz ter sido atingida, e não várias casas como tem se falado a matérias jornalística, onde ressaltamos que a residência da suposta vítima fica em posição lateral da direção de tiro.
 
Reiteramos que temos o compromisso com a segurança, onde sempre fazemos orientações aos sócios frequentadores do clube, pois estamos ali para pratica do tiro esportivo e a segurança sempre veio em primeiro lugar. Informamos que ninguém da diretoria foi notificada pelo Ministério Público Federal e quando assim for, prestara todas as informações cabíveis e pertinente ao órgão, e se ali ficar comprovado alguma falha na segurança, de imediato será tomada as medidas necessárias para sanar a irregularidade.

Cerejeiras-RO, 03 de setembro de 2021.

Valmir Joaquim de Faria

Presidente do Clube de Tiro de Cerejeiras.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
4.9%
8.1%
8.6%
43.2%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp