07/09/2021 às 20h12min - Atualizada em 07/09/2021 às 20h12min

Mais de 300 mil rondonienses ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra Covid-19

Gazeta Rondônia

Sesau pede que população complete o ciclo vacinal para frear o avanço da variante delta, que é mais transmissível. Estado tem apenas 24,12% da população totalmente imunizada.
 
Com a chegada da variante delta a Rondônia aumentam as preocupações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), com os atrasos na vacinação contra Covid-19. Conforme informações divulgadas nesta terça-feira (7), mais de 300 mil pessoas não voltaram aos pontos de imunização para tomar a segunda dose da vacina no estado.
 
"Precisamos completar o esquema vacinal. Mais de 300 mil rondonienses já deveriam ter tomado a segunda dose e não foram tomar. Por favor, pense na sua vida, na sua família, nos seus vizinhos, amigos e em toda a sociedade. Por favor, procure um ponto de vacinação", disse Fernando Máximo, secretário estadual de saúde.
 
CONFIRA: perfil dos infectados pela variante delta em Rondônia
 
HORA DE VACINAR5 motivos para não escolher que vacina tomar
 
 
A confirmação da presença da variante delta chegou à Sesau na última segunda-feira (6), após identificação da vigilância genômica, feita pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Até o momento, o Estado confirmou sete casos da variante.
 
Uma variante é resultado de modificações genéticas que o vírus sofre durante seu processo de replicação. A delta, identificada pela primeira vez na Índia, tem uma maior transmissibilidade.
 
"Quando a variante tem um poder de transmissibilidade muito maior se têm muitas pessoas contaminadas e com isso mais pessoas nas UTIs e muito mais óbitos", disse Fernando Máximo.
 
Entre os pacientes detectados com a variante, alguns viajaram para outros estados ou foram infectados por pessoas que estiveram em outros estados brasileiros e passaram por Rondônia, segundo a Sesau. Das sete pessoas infectadas pela variante:
 
Duas são de Jaru,

Uma é de Cacoal,

Uma de Ouro Preto do Oeste,

Uma foi confirmada em Ariquemes,

Uma em Porto Velho e

Uma é de Guajará-Mirim.

A Sesau ainda informou que entre os infectados estão cinco mulheres e dois homens, com idades entre 23 e 60 anos.
 
Conforme dados compilados até a última segunda-feira (6), 1.056.494 rondonienses tomaram a primeira dose da vacina contra Covid, isso equivale a 58,2% da população do estado, e apenas 437.792 tomaram também a segunda dose, ou dose única, representando 24,12% da população do estado totalmente imunizada.
 
Mapa da vacinação: Acompanhe a evolução da imunização 

Fonte: G1.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
5.2%
8.0%
8.6%
43.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp