19/09/2021 às 20h11min - Atualizada em 19/09/2021 às 20h11min

Festival Nacional do Tambaqui recebe elogios; Governo de Rondônia promove evento dentro e fora do Estado

Gazeta Rondônia
Foram assadas em Rondônia mais de 18 mil bandas de tambaqui (crédito de imagem: Secom)

Superando todas as expectativas, a 2ª edição do “Festival Nacional do Tambaqui da Amazônia”, que aconteceu neste domingo (19), foi um sucesso entre os compradores. O evento foi realizado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), em parceria com a Associação dos Criadores de Peixes de Rondônia (Acripar), com a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura de Rondônia (Sedi).

Em Rondônia foram assadas mais de 18 mil bandas de tambaqui. Na Capital foram quatro mil e grande parte da população compareceu ao Palácio Rio Madeira para buscar o peixe assado.

O propósito do festival é promover, divulgar e incentivar o consumo do tambaqui dentro e fora do Estado, além de abrir novos mercados e gerar novas oportunidades de negócios.
 
Gilmar Lopes mora na Capital, e chegou animado para buscar o pescado. “Se tivesse toda semana, e não de ano em ano, seria bom demais”, brinca Gilmar.

Além de moradores do próprio Estado, pessoas de outras regiões do Brasil também foram atraídas. Rógeres Vieira veio do Rio de Janeiro. Ao saber do festival, foi um dos primeiros a chegar. Ele diz que “o tambaqui é o carro-chefe nos almoços especiais da minha família. Assim que eu soube, corri para comprar o ticket. É de muita importância iniciativas como essas do Governo”, destaca.

Caroline Ferreira é estudante, e foi com amigos para o Palácio do Governo, garantir o almoço de domingo. Para ela “a filantropia e a valorização do consumo do tambaqui é muito necessária. Utilizar essa ação para uma boa causa é uma ótima iniciativa”, salienta.

AÇÃO SOCIAL

Apesar do Festival ser voltado para o incentivo do consumo do tambaqui, também foi desenvolvida uma ação direcionada ao Hospital Santa Marcelina. Todo o valor arrecadado com a compra dos peixes, será doado ao hospital.

A diretora do Hospital Santa Marcelina, irmã Lina Maria Anbiel, comenta que está muito agradecida pela doação e diz que “a nossa proposta para o destino dessas doações será para a confecção de próteses de mão, usados na unidade hospitalar e distribuído para quem precisar”, finaliza. Fonte: Secom.
 
 

 
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
5.2%
8.0%
8.6%
43.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp