26/09/2021 às 09h52min - Atualizada em 26/09/2021 às 09h52min

Mulher procura polícia após atual de ex-namorado espalhar suas fotos íntimas no WhatsApp

Gazeta Rondônia

O MPMS (Ministério Público Estadual) requisitou a instauração de inquérito sobre um caso de divulgação de fotos íntimas de uma mulher de 30 anos, na cidade de Bonito, a 300 quilômetros de Campo Grande (MS).

Segundo um ofício enviado pelo MPMS à delegacia da cidade, a vítima relatou que manteve um relacionamento com o homem, mas que já não estavam juntos há 1 ano, e que durante o tempo do namoro enviou fotos íntimas para ele.

A atual namorada do homem teria encontrado as fotos na nuvem do celular dele, recuperando os arquivos e espalhando em grupos de WhatsApp. O caso é investigado. 

É crime vazar fotos íntimas

Ainda que a pessoa não tenha invadido o dispositivo informático da vítima para obter fotos ou vídeos íntimos, a divulgação é crime de injúria e difamação, e está previsto nos artigos 139 e 140 do Código Penal. Quando alguém ofende a honra da vítima e quando alguém ofende a reputação da vítima, com a intenção de torná-la passível de descrédito. Fonte: MídiaMaxNews.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
4.9%
8.1%
8.6%
43.2%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp