30/09/2021 às 19h59min - Atualizada em 30/09/2021 às 19h59min

Jovem morre em acidente 15 dias após comprar a 'moto dos sonhos' em Rondônia

Gazeta Rondônia

Quinze dias após realizar o sonho de comprar a motocicleta que desejava desde criança, Gabriel Costa, 19 anos, sofreu um acidente de trânsito e acabou morrendo em Porto Velho. Em um vídeo postado na sua rede social há duas semanas, o jovem aparece ao lado da moto celebrando e levantando as mãos para o céu — como forma de agradecimento

Nesta quinta-feira (30), o corpo de Gabriel foi enterrado no cemitério recanto da Paz, após um cortejo pelas ruas da capital.

Gabriel Costa (à direita) morre após 15 dias de compra de motocicleta em Porto Velho — Foto: Facebook/ reprodução

Gabriel Costa (à direita) morre após 15 dias de compra de motocicleta em Porto Velho — Foto: Facebook/ reprodução

Além do vídeo, no dia em que teve autorização para retirar a moto de alta cilindrada da loja, Gabriel usou a internet para escrever uma mensagem de agradecimento.

"Eu sonhava com a 'meiota' desde menor. Estudei e trabalhei muito e hoje estou realizando mais um sonho. Deus me fez com uma mente brilhante e posso conquistar o que eu quiser", escreveu no dia 13 de setembro
 

Gabriel morreu na noite de terça-feira (28). Segundo testemunhas, o jovem estava conduzindo a motocicleta pela avenida Calama, sentido zona leste, quando o condutor de um carro saiu do estacionamento de uma farmácia, próximo ao shopping, e atingiu a moto de Gabriel.

A mãe do jovem, Sirlei Costa, usou a sua conta em uma rede social para desabafar sobre a perda do filho.

"Meu coração está despedaçado nesse momento tão difícil. Só Deus na vida, meu filho se foi, só saudades. Meu Deus, me ajuda suportar essa dor".

Na rede social de Gabriel, amigos fizeram diversas homenagens e publicaram fotos e vídeos com ele.

Kelvin Tavares estudou com Gabriel no curso de técnico em eletrotécnica e, em entrevista, relembrou como foi a amizade entre eles e o tempo que Gabriel usava uma bicicleta para se locomover.

"Ele era super gente boa, arrancava sorriso de todos, muito brincalhão. Ele só tirava 10 nas avaliações. Vou sentir saudades. Lembro bem de antigamente quando ele ia de bike para a escola. Às vezes precisávamos passar o dia todo no Ifro, onde ele pedia ajuda de alguns colegas ou professores para almoçar".
"Quando acabava a aula, ele iria para o outro curso de alta e baixa na resgate vertical, foi onde ele se destacou e logo após se formar no Ifro, começou a trabalhar na área hospitalar e também dar aula onde ele fez o curso", disse.

O uniforme usado por eles no curso foi a lembrança que Kelvin levou para o velório de Gabriel. Segundo Kelvin, essa foi uma forma de homenagear a luta do amigo e a conquista após a formação no curso de técnico em eletrotécnica.

"É a medalha de honra, pois é fácil entrar no Ifro.. O difícil é sair formado. Aulas até 18h45, 17 matérias, vários trabalhos e atividades, só quem estudou lá sabe como é", relembra

Para amigos e familiares, Gabriel foi sempre um "um sonhador" e batalhou para atingir seus objetivos.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro) divulgou nota de pesar pela morte de Gabriel e decretou luto oficial de três dias (leia abaixo).

"O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) vem a público manifestar em nome de toda a comunidade dessa instituição, o mais profundo pesar pelo falecimento do estudante Gabriel Costa. O IFRO, pesaroso com o ocorrido, oferece aos familiares toda a assistência neste momento de dor, bem como estimados préstimos.

Gabriel, 19 anos, ingressou neste ano no Curso de Engenharia de Controle e Automação do Campus Porto Velho Calama. Era recém-formado no Curso Técnico em Eletrotécnica, no mesmo campus, tendo ingressado no ano de 2018. Ele foi vítima de acidente ocorrido na noite dessa terça-feira (28).

Os amigos, professores e técnicos do IFRO Calama solidarizam-se com os familiares e amigos, pois Gabriel era um aluno esforçado e inteligente. Conforme os colegas de curso, ele era bastante participativo e ativo nas atividades do campus. Neste início do novo curso, não estava formalizado em projeto de pesquisa, pois havia começado a trabalhar antes de terminar o curso técnico. Mas já participou de diversos projetos e foi monitor de ensino para de alunos calouros.

Luto

Foi decretado luto oficial de três dias, conforme Portaria nº 1532/REIT-CGAB/IFRO. O velório será na residência da família, na Rua Raimundo André, 3870, Bairro Cidade Nova – Porto Velho".

Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
5.2%
8.0%
8.6%
43.1%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp