18/01/2022 às 09h09min - Atualizada em 18/01/2022 às 09h09min

Manutenção de selo de excelência e 341 mil atendimentos marcaram o ano do Hospital Oncológico Infantil

Em 2021, a unidade manteve sua certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, que reconhece os altos padrões e qualidade da gestão

Gazeta Rondônia
Assessoria
Ações de educação nutricional e ambiental para o público de pacientes. Foto: Comunicação Pró-Saúde.

Ao longo de 2021, ano em que o mundo seguiu enfrentando os desafios impostos pela pandemia da Covid-19, o Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, obteve conquistas importantes, como a manutenção de sua certificação de excelência e a retomada de atividades e projetos.

O principal destaque celebrado pelo Oncológico Infantil, referência no tratamento do câncer infantojuvenil no Norte do país, foi a conquista da manutenção da certificação ONA 3 Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), entidade sem-fins lucrativos integrada à uma rede mundial que analisa a qualidade dos hospitais.
 
O selo de qualidade é um dos mais importantes aplicados no Brasil. Na prática, significa que o hospital segue padrões internacionais de qualidade e segurança assistencial dedicados aos pacientes. Essa conquista envolveu a avaliação, por meio de uma auditoria, de 17 processos internos do Oncológico Infantil, que receberam aprovação com louvor.

Somente em 2021, o hospital realizou mais de 341 mil atendimentos entre serviços ambulatoriais, consultas, exames, cirurgias, quimioterapias, dentre outros. O índice de satisfação alcançou 98% de aprovação entre os pacientes e acompanhantes.

A coordenadora do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), Aline Gonzaga, ressalta as expectativas para o novo ciclo que se inicia. "O objetivo é continuar com a boa performance, dando continuidade ao trabalho de qualidade. Aproveitaremos as boas oportunidades de preparação para o nosso principal objetivo que é a segurança do paciente. Assim, uma nova recertificação de excelência será apenas uma consequência".

O Hospital Oncológico Infantil integra a rede de saúde pública do Governo do Estado e é gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde. A unidade oferece atenção a crianças e adolescentes com câncer entre 0 e 19 anos, atendendo cerca de mil pacientes por mês, oriundos de municípios do Pará e do Estado vizinho, Amapá.

Retomada de atividades

Um momento especial muito aguardado por pacientes e educadores, em 2021, foi a volta às aulas na Classe Hospitalar Prof. Roberto França. “Eu sentia muita falta de ir para a escola durante quase um ano. Isso me faz sentir melhor e mais feliz”, ressalta a paciente Jamile Silva da Conceição, de 13 anos.

O Programa Classe Hospitalar é desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) em parceria com o hospital, assegurando o acesso das crianças em tratamento oncológico à educação básica.  

Outra ação retomada foi o projeto Heróis da Segurança, iniciativa do NQSP, que coloca o paciente como coparticipante ativo no cuidado prestado a si mesmo, estimulando a cultura do autocuidado.

Novos projetos

Na área da Sustentabilidade, o Oncológico Infantil inaugurou um espaço de economia criativa, o Ateliê Sustentável, que proporciona benefícios durante o processo de hospitalização, divertindo os pacientes com atividades socioeducativas, principalmente manuais, realizadas em oficinas com materiais reciclados.

Há ainda o projeto “Nutrindo o saber”, do Serviço de Nutrição, que visa o desenvolvimento de noções de educação nutricional e ambiental para o público de pacientes infantojuvenil, com aulas práticas na Horta Hospitalar “Cantinho Verde”.

Já na área Assistencial, o Oncológico implantou o projeto “Percurso Lúdico”, uma iniciativa inovadora do setor de Humanização para os pacientes mirins de dois a seis anos de idade, que são transportados do leito para o centro cirúrgico em um carrinho elétrico. A ação diminui o sentimento de ansiedade, medo ou angústia causados por procedimentos cirúrgicos invasivos.

O diretor Hospitalar do Oncológico Infantil, Fábio Machado, destaca a importância de valores durante a jornada anual. “Desempenhamos nossas tarefas focados no pertencimento e humanização, um dos valores institucionais da Pró-Saúde. Essa tônica tem sido o nosso diferencial”, disse.


Texto e Foto: Comunicação Pró-Saúde.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp