18/01/2022 às 17h24min - Atualizada em 18/01/2022 às 17h24min

Arma da PM é encontrada com grupo criminoso que invadiu casa para vender drogas em Rondônia

Gazeta Rondônia

Três pessoas, sendo uma adolescente de 14 anos e dois homens, invadiram duas casas no distrito de Fortaleza do Abunã para venda de drogas no último fim de semana. Moradores do distrito de Porto Velho acionaram a polícia, pois estavam aterrorizados com os suspeitos, que tinham vindo de Rio Branco (AC). Drogas e armas foram encontrados nas casas invadidas. Uma arma da PM de São Paulo também foi encontrada com eles.

De acordo com o boletim de ocorrências, a polícia recebeu uma denuncia anônima de que um grupo de pessoas havia chegado do Acre e havia invadido duas residência em Fortaleza do Abunã, distrito de Porto Velho.

Ainda de acordo com a denúncia, esse grupo havia expulsado os moradores das residências depois de espancá-los e além disso, o grupo era responsável por vários roubos a veículos e pelo tráfico de entorpecentes.

Mediante a denúncia, os policiais se deslocaram ao endereço passado. No local, os policiais fizeram um cerco. Na primeira residência, eles encontraram uma adolescente de 14 anos e em revista pessoal, foi achado duas porções de maconha (aproximadamente 27g), 18 porções de cocaína (aproximadamente 15.5g), R$ 297 em espécie, dois rádios comunicadores, dois rolos de papel filme, usados no fracionamento do entorpecente e vários objetos de procedência duvidosa.

Ao ser questionada, a adolescente disse aos policiais que ela vendia o entorpecente junto com o companheiro, conhecido como 'Menor'. Ele não estava em casa, mas, segundo a menina, ele tinha viajado no dia anterior para Rio Branco. Ela recebeu voz de apreensão.

Na segunda casa, que também havia sido invadida pelos suspeitos, a polícia também montou um cerco para conseguir entrar. Os suspeitos tentaram fugir pulando a janela e correram em meio às pedras entrando na mata. A polícia conseguiu capturá-los e para não fugirem, foi preciso algemá-los.

Em busca pessoal no suspeito conhecido como "Lendário", de 22 anos, foi encontrado um revólver calibre 38, com seis munições, sendo uma deflagrada e cinco intactas. Além disso, os policiais também encontraram mais uma munição no bolso da bermuda dele.

Com o outro suspeito, de 31 anos, nada de ilícito foi encontrado. No entanto, ele estava usando tornozeleira eletrônica desligada. Ele relatou que estava foragido do sistema prisional do Acre. Os dois receberam voz de prisão e todos foram conduzidos à 9ª Delegacia de Polícia de Extrema.

 

Organização do tráfico

 

Depois da captura dos suspeitos, os policiais voltaram ao local para realizar buscas e lá, foram encontradas 11 porções de entorpecentes, aparentando ser maconha, uma porção média de 7.2g de cocaína oxidada, uma balança de precisão, R$ 160, uma caderneta de anotações com a contabilizada do entorpecente vendido e mais várias rolos de papel filme usado no fracionamento do entorpecente.

Ao perguntar sobre o entorpecente, os suspeitos relataram que eles vendiam as drogas. Segundo informações obtidas pela polícia, os suspeitos possivelmente são os autores do roubos de uma motocicleta Biz, uma Bros e uma Titan.

Durante pesquisa pela numeração da arma no Sistema de Gerenciamento Militar de Armas (Sigma), foi constatado que o proprietário dela é policial militar de São Paulo e o objeto é de uso restrito.

A ação policial foi realizada pelas equipes do Batalhão da Polícia de Fronteira com apoio da guarnição do GP de Vista Alegre e Polícia Militar. Fonte: G1

 
 
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp