06/02/2022 às 15h05min - Atualizada em 06/02/2022 às 15h05min

Pioneira de Cerejeiras morre por complicações pós-Covid, após 15 dias entubada em hospital de Cacoal

Gazeta Rondônia
A moradora do município de Cerejeiras (RO), Diva Gonçalves Moreira, 66 anos, morreu vítima de complicações pós Covid, na manhã deste domingo (6) em UTI do hospital Samar de Cacoal, onde estava internada havia 15 dias.
 

Dona Diva já havia se tratado da Covid, inclusive tinha recebido alta médica, mas em razão de uma Pneumonia que deixou sequelas no pulmão, foi transferida para Vilhena onde ficou internada em uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA por 6 dias e posteriormente foi transferida para UTI do hospital Samar de Cacoal, onde permaneceu entubada por 15 dias. Na manhã deste domingo (6), por volta da 05h20min não resistiu e veio a óbito, a causa da morte foi parada cardiorrespiratória e pneumonia pós Covid-19.
 
Diva Moreira, era pioneira do município de Cerejeiras, onde chegou com a família em 1980, vinda do município de Belo Horizonte, estado de Minas Gerais. Era casada com José Luiz Moreira (Zécão) que foi vereador da primeira legislatura do município de Cerejeiras, primeiro presidente da Câmara de Vereadores, vice-prefeito na Gestão de Onézio Florêncio Chaves de 1993 a 1996, chefe de gabinete da prefeitura na gestão do prefeito Manoel Francisco (Manoel da Serraria) de 1997 a 2000 e deputado estadual.

O corpo de Diva Gonçalves Moreira será transladado para cidade de Cerejeiras e o velório ocorrerá a partir das 17h deste domingo (6) na Igreja Metodista Wesleyana (onde a família congrega), localizada na Rua Jordânia, esquina com Rua Roraima, Bairro Liberdade.

Seu sepultamento será realizado ás 10h da manhã desta segunda-feira (7), no cemitério Cristo Redentor. Deixa 4 filhos, 6 netos e 3 bisnetos.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp