07/02/2022 às 07h51min - Atualizada em 07/02/2022 às 07h51min

Ex-vereador é suspeito de matar esposa grávida de 8 meses com tiro de espingarda durante briga

Gazeta Rondônia

Um ex-vereador é suspeito de matar a esposa, grávida de oito meses, com um tiro de espingarda, na tarde de sábado (5), na cidade de Santo Estevão, a 150 km de Salvador. Atual chefe de gabinete da prefeitura do município, George Passos Santana, o George Breu, 41, disse à polícia que a biomédica Jéssica Regina Macedo Carmo, 31, teria sido atingida por um disparo acidental durante uma discussão do casal. A polícia não descarta nenhuma linha de investigação, dentre elas, a de um possível feminicídio.
 
A vítima foi levada por ele para um hospital, onde chegou a ser submetida a um parto de emergência, mas mãe e bebê não resistiram e morreram.
 
Santana se apresentou espontaneamente à DH (Delegacia de Homicídios) da cidade vizinha de Feira de Santana e deu sua versão. Ele acabou liberado no mesmo dia. Titular da DT (Delegacia Territorial) de Santo Estêvão, o delegado Luís Osório de Melo Nobre disse ao UOL que a alegação apresentada por Santana —que é considerado suspeito pela polícia— ainda será confrontada com as provas colhidas no decorrer das apurações.
 
"Todas as linhas de investigação estão sendo desenvolvidas. Nós não podemos descartar nenhuma linha. Mas, nesse primeiro momento, precisamos resguardar as provas que existem, e muitas delas ainda não foram colhidas", afirmou o delegado.
 
"Ele não ficou preso primeiro porque ainda não tem elementos que justifiquem a prisão. E, segundo, porque ele se apresentou em uma delegacia de outra cidade, a DH de Feira de Santana", acrescentou Nobre. O delegado disse que a espingarda, que pertencia ao suspeito, já foi apreendida e será periciada pelo DPT (Departamento de Polícia Técnica).
 
O ex-vereador não tem porte de arma. Nobre também disse que pedirá a reconstituição do caso e providenciará a oitiva de pessoas próximas ao casal. O UOL tentou ouvir o ex-vereador desde o início da tarde de domingo (6), mas o celular dele estava desligado. O texto será atualizado em caso de eventual manifestação.
 
O que disse o marido da vítima à polícia
 
Conforme boletim de ocorrência do caso, ao qual o UOL teve acesso, Santana relatou em seu depoimento que estava em uma área externa da casa em que vivia com Jéssica quando ela o teria chamado no quarto. Segundo ele, a esposa segurava a espingarda e questionava se ele a trairia. Nas palavras de Santana, a companheira achava que ele a "largaria" a qualquer momento.
 
Nos últimos meses, disse ele, a biomédica se mostrava "insegura". Desta vez, ela teria pegado a arma antes de iniciar o que se tornaria uma discussão. De acordo com o ex-vereador, o disparo que a acertou ocorreu no momento em que ele tentou tomar-lhe a espingarda.
 
O suspeito narrou que o projétil atingiu as costas da mulher, na altura do pulmão. Em seguida, ele a levou para a emergência do Hospital Doutor João Borges Cerqueira e teria comunicado o episódio ao 190.
 
Em nota, a Polícia Militar disse que agentes da 57ª CIPM foram acionados, por volta das 14h, para verificar a entrada na unidade de vítima de disparo de arma de fogo.
 
A direção do hospital disse que não está autorizada a repassar informações a respeito de pacientes.
 
Ainda durante a oitiva, o ex-vereador contou que vivia com Jéssica havia um ano e três meses. Eles não eram casados oficialmente.
 
A biomédica deixa uma filha de 6 anos, fruto de outro relacionamento. A menina mora com a avó materna. O segundo filho de Jéssica, que se chamaria Heitor, nasceria neste mês. Os corpos dos dois foram sepultados na manhã deste domingo (6) no Cemitério São Francisco de Assis, em Santo Estevão. A despedida se deu em clima de forte comoção e revolta.
 
Procurados pelo UOL, familiares da biomédica não quiseram se manifestar.
 
Vereador mais votado
 
Em uma rede social, George Passos Santana se descreve como "pai de três filhos, duas vezes presidente na Câmara Municipal de Santo Estevão, professor e vereador mais votado até 2016".
 
Filiado ao PT, 1.389 dos 52 mil habitantes da cidade elegeram nas urnas. Após passagem pelo Legislativo, assumiu a chefia de gabinete do prefeito Rogério dos Santos Costa (PT), eleito em outubro de 2020.
 
Entre as postagens que compartilha com seus seguidores, Santana publica fotos de agendas na prefeitura e ao lado de aliados políticos. Fonte UOL.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp