14/02/2022 às 09h01min - Atualizada em 14/02/2022 às 09h01min

Ariquemes ganha R$ 22,3 milhões indicados pelo senador Confúcio para o inovador projeto Cidades Inteligentes

Gazeta Rondônia
Assessoria

O município de Ariquemes já pode ingressar definitivamente no projeto Cidades Inteligentes, graças à emenda de R$ 22,34 milhões aprovada pelo Orçamento Geral da União, por meio do Ministério da Ciência e Tecnologia, em benefício do Instituto Federal de Rondônia (IFRO).
 
O projeto será lançado na segunda quinzena de fevereiro. O Edital para seleção de bolsistas para atendimento ao projeto “Cidades Inteligentes” está com inscrições válidas até o próximo dia 20, um domingo. Soluções em necessidades inteligentes são cada vez mais crescentes.
 
Feliz com aprovação desses recursos, os primeiros para Rondônia nessa área, o senador destacou “a oferta mais ágil de serviços públicos à disposição do cidadão ariquemense”.
 

“A concentração cada vez maior de pessoas em cidades médias e grandes deu margem à viabilidade desse projeto que poderá também funcionar em outros municípios do estado”, disse Confúcio.

Profissionais formados e estudantes de graduação e de nível médio de diversas áreas têm direito às vagas, obtendo bolsas de até R$ 1.100. Os interessados em obter mais informações poderão acessar o portal do IFRO.
 

“Desde quando fui deputado federal, depois prefeito de Ariquemes e em seguida, governador do estado, sempre me voltei para o avanço tecnológico das comunicações, e agora, o meu gabinete no Senado segue de portas abertas para reivindicações visando ao projeto Cidades Inteligentes”, explicou.

O convênio foi assinado em dezembro de 2021, pelo Reitor do IFRO Uberlando Tiburtino Leite e a prefeita de Ariquemes, Carla Redano. O projeto já está em desenvolvimento oportunizando novas vagas de emprego para o funcionamento.
 
EIXOS
 
De acordo com o senador Confúcio, cinco eixos constituem o desenvolvimento de soluções previstas no projeto: Educação, Saúde, Empreendedorismo e Inovação, Segurança e Governança.

Serão informatizadas pelo menos dez escolas e dez unidades de saúde e criado um Centro de Empreendedorismo e Inovação. Paralelamente, os recursos liberados atenderão a instalação de uma Central de vídeo monitoramento para a segurança do cidadão, com 100 câmeras de alta precisão de imagem em pontos estratégicos da cidade.
 
No âmbito municipal ainda será contemplada a instalação de um sistema informatizado de documentação para a gestão da Prefeitura e o funcionamento de dez ilhas digitais contendo computadores e internet livre para a comunidade.
 
Assessoria.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp