17/02/2022 às 09h34min - Atualizada em 17/02/2022 às 09h34min

Polícia Federal investiga professor pelo desvio de R$ 3,7 milhões

Gazeta Rondônia

Na manhã desta quinta-feira (17), a Polícia Federal deflagrou a Operação Quadro Negro, com objetivo de desarticular organização criminosa envolvida em desvio de verbas destinadas à educação pública na Universidade Federal Fluminense (UFF). A investigação identificou desvio de R$ 3,7 milhões em contratações emergenciais e ordinárias entre a UFF e uma grande empresa de terceirização de mão de obra, no período de 2011 a 2015.
 
Cerca de 20 policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal de Niterói, sendo dois em Niterói e dois na cidade do Rio de Janeiro.
 
A fraude ocorria na contratação da empresa e a cada pagamento pela execução do contrato eram feitos depósitos para um instituto ou uma empresa de consultoria de propriedade e controle de um professor e servidor da UFF que utilizava um contrato de prestação de serviço fictício de consultoria para justificar os recebimentos.

Parte dos pagamentos recebidos pelo servidor através de seu instituto e sua empresa de consultoria eram, então, repassados a um outro servidor da UFF diretamente ou por meio de seus familiares.
 
Esse servidor – beneficiário final do desvio de verba – era o responsável pelos trâmites relacionados a abertura do processo de escolha da empresa (licitação ou contratação emergencial), sua seleção e posterior execução do contrato administrativo incluindo sua fiscalização, ao longo de vários anos.

A operação busca ainda identificar se os desvios de verba destinados à educação pública federal continuaram após o ano de 2015.
 
São investigados crimes de licitação, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Fonte: Metrópoles.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp