19/02/2022 às 20h30min - Atualizada em 19/02/2022 às 20h30min

Mãe e padrastro de autista encontrado morto são presos

Gazeta Rondônia

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) investiga a morte de um jovem autista, de 19 anos, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. Rômulo Luiz Fernandes Borges foi encontrado morto nesta sexta-feira (18), na casa onde morava com a mãe e o padrasto. Após investigações preliminares, a polícia decretou a prisão do casal.

Segundo autoridades, a vítima tinha marcas de agressão pelo corpo e o casal é suspeito de maus-tratos. A Polícia Civil informou que o jovem era mantido em condições degradantes na residência do casal, vivendo em um quarto instalado em um banheiro desativado, com teto mofado, infiltrações, sem iluminação e sem condições de higiene. O rapaz também era amordaçado durante crises.

Diante das provas colhidas no local, os policiais autuaram o casal pela prática de maus-tratos com resultado morte. A pena pode chegar a 12 anos de prisão.


Agressões contra autista

De acordo com o delegado Luís Gustavo Timossi, que presidiu a ocorrência, embora haja forte suspeita de que o jovem tenha sido assassinado por seu padrasto, há necessidade de maior aprofundamento das investigações. O delegado também esclareceu que existe suspeita que o jovem já era agredido pelo menos desde 2018. Na época, a vítima deixou de frequentar um centro especializado em autistas, após funcionários do local identificarem lesões pelo corpo de Rômulo.

O delegado explicou que embora a mãe do jovem não estivesse na residência no momento de sua morte, em razão da existência de suspeita de que a vítima era agredida de forma recorrente, ela poderá ser responsabilizada por ter se omitido ao proteger o filho, que era um jovem vulnerável. Fonte: R7


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp