19/02/2022 às 20h37min - Atualizada em 19/02/2022 às 20h37min

Suspeito de desmatar área de reserva legal é multado em R$ 250 mil e maquinários são apreendidos

Gazeta Rondônia

Um homem suspeito de desmatar uma área de reserva legal em São José do Xingu (MT), a 949 km de Cuiabá, foi multado em R$ 256 mil durante uma vistoria da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e Polícia Civil na última terça-feira (15).

Na ação, os fiscais apreenderam dois tratores que estavam sendo utilizados no crime ambiental.

De acordo com a Sema, quando a equipe verificou a licença da atividade de desmatamento, foi constatado que a área já havia sido embargada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama) e está dentro de Área de Reserva Legal e deveria estar preservado.

No local foram encontrados dois tratores e um ‘correntão’ usado para desmatamento, medindo 80 metros de comprimento. Os suspeitos utilizavam a prática do correntão para derrubada rápida de vegetação.

O dono de um dos equipamentos foi encaminhado à delegacia após tentativa de fuga do local com uma das máquinas apreendidas.

Os maquinários foram encaminhados para o pátio da Prefeitura de São José do Xingu.

 

Maior desmatamento na Bacia do Xingu

 

Um levantamento da Rede Xingu + mostra que Mato Grosso e Pará são os estados líderes no crime ambiental, com aumento de 14% em 2021, em relação ao ano anterior. Foram mais de 500 km de estradas ilegais abertas em 2021 nas áreas protegidas da Bacia do Xingu. O número é o maior registrado desde 2018.

Nas áreas protegidas, o sistema registrou aumento de 30% no desmatamento. As estradas foram abertas para dar escoamento ao roubo de madeiras e invasões. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp