05/03/2022 às 08h28min - Atualizada em 05/03/2022 às 08h28min

Idosa perdeu R$ 40 mil em golpe ao tentar fazer prova de vida do INSS por aplicativo

Mulher achou que estava falando com servidor do INSS pelo WhatsApp e clicou em link enviado

Gazeta Rondônia

Depois de cair em um golpe, achando que estava conversando com um servidor do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), a idosa de 61 anos, que pediu para não ser identificada, conversou com a reportagem para alertar que outras pessoas caiam no mesmo golpe.
 

"Vi pela televisão que a prova de vida seria online e não precisaria ir ao banco. Quando me ligaram achei que era do INSS, que era normal. Até então eles tinham todos meus dados, pediram só para eu mandar foto do documento e me mandaram um link, eu cliquei e apareceu que foi aceito e a prova de vida estava concluída", explicou ela.

Aposentada desde 2017, a idosa só percebeu que havia caído em um golpe quando comentou com a irmã o que havia acontecido, mas era tarde demais.

"Ela falou que eu não devia ter entrado no link, mas sim ligado para saber se estão fazendo prova de vida dessa maneira".
 
Ao entrarem em contato com o INSS, pelo telefone oficial, no número 135, descobriram que realmente era um golpe e que a idosa nem precisaria fazer prova de vida em 2022. Ao checar a conta viu que o golpista já havia feito dois empréstimos no nome dela, um de R$ 18 mil e outro de R$ 20 mil.
 
 

"Liguei no banco, deu muito trabalho porque meu banco não tem sede aqui, tinha que ser tudo pelo celular. Descobri que o empréstimo de R$ 18 mil entrou na minha conta, não foi pra conta da pessoa que me ligou, veio pra mim", conta a idosa, que conseguiu devolver para o banco o valor recebido.

 
De acordo com a vítima, o contato que ligou para ela é do DDD 11 e apareceu na tela do celular como "Portal Meu INSS". Ela disse ainda que tentaria ligar para o número e descobrir com quem estava falando. "Me orientaram a procurar o Procon se vier me cobrando esse empréstimo mês que vem, espero que esteja tudo certo. Estou com trauma imenso de coisa feita em celular", finalizou ela.
 

Alerta

 
Com a mudança da regra em fevereiro, aposentados e pensionistas não precisam mais fazer a prova de vida presencialmente. Antes, os segurados tinham que ir todos anos à agência bancária em que recebem o benefício para fazer a comprovação. O procedimento será feito agora pelo próprio governo, que consultará bases de dados públicas e privadas.
 
Assim, o INSS emitiu nota alertando que se um aposentado receber esse tipo de ligação, desligue o telefone e não forneçam nenhuma informação.

 

"As abordagens podem ocorrer por carta, email, telefonema ou mensagem de celular (WhatsApp ou SMS). Não envie seus dados pessoais, fotos ou documentos. O INSS não faz contato por telefone para a realização de prova de vida, procedimento que está suspenso", alerta o instituto em nota.

Fonte: CampoGrandeNews.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp