07/03/2022 às 08h01min - Atualizada em 07/03/2022 às 08h01min

Dinheiro “esquecido” já pode ser resgatado a partir de hoje no Banco Central. Veja como

A primeira etapa da consulta e pagamento de valores será para nascidos antes de 1968 e vai de 7 a 11 de março

Gazeta Rondônia

O Banco Central libera, nesta segunda-feira (7), a consulta aos valores “esquecidos” nos bancos. E, além disso, seu resgate. O órgão estima que pelo menos R$ 4 bilhões serão pedidos por cerca de 28 milhões de clientes. A consulta poderá ser feita até o dia 14 de março nesta primeira etapa.

O cronograma para pedido de transferência por idade, começará pelos mais velhos. A primeira etapa é para nascidos antes de 1968 e vai de 7 a 11 de março. Serão 6 milhões de resgate para pessoas físicas e 2 milhões de empresas, segundo o Banco Central, no caso de empresas, a data de nascimento é referente ao ano de criação da empresa.

A primeira fase do processo para que cidadãos recuperem seus valores começou no início de fevereiro. O serviço havia sido suspenso em janeiro deste ano, devido ao grande número de acessos na plataforma. Nesta etapa, foi liberado apenas a consulta se o cidadão havia ou não dinheiro para recuperar.

Saiba como consultar e pedir o resgate:

  • Primeiro é preciso fazer uma conta no site gov.br para comprovar a identidade;

  • A conta tem que ser do tipo “prata” ou “ouro”, que tem maior segurança;

  • Essa conta pode ser feita pelo aplicativo gov.br ou pelo site https://sso.acesso.gov.br;

  • Depois de fazer o cadastro, acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br e faça o login com a senha da conta criada no gov.br;

  • Consulte o valor a receber e a instituição onde o dinheiro está “esquecido”;

  • Em seguida, o site pode oferecer duas diferentes opções, clique na que aparece:

a) “Solicitar por aqui”: Devolução será feita por PIX em até 12 dias. Aí será preciso informar o PIX e os dados pessoais. Guarde o número de protocolo.

b) “Solicitar via instituição”: Isso significa que o banco não faz a transferência por PIX. Aí será preciso entrar em contato com o banco por telefone ou e-mail para agendar a devolução.

O dinheiro “esquecido” pode ser consultado antes da data de pedido do resgate. Veja como isso pode ser feito clicando aqui.

Fonte: Metrópoles.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp