13/03/2022 às 09h01min - Atualizada em 13/03/2022 às 09h01min

JI-PARANÁ: Rio Machado sobe rapidamente e 30 famílias ficam desalojadas de novo

Gazeta Rondônia

Ao menos 30 famílias foram desalojadas de novo, em Ji-Paraná (RO), após o rio Machado voltar a subir. Neste sábado (12) a água já alagava várias ruas da cidade.

Durante a manhã deste sábado, o rio Machado atingiu a marca de 11,24 metros e está a 60 centímetros de atingir a maior cheia dos últimos 45 anos de medições, que foi registrada em fevereiro.

A ultima atualização da Defesa Civil mostra que mais de 300 residências já foram atingidas pela cheia. Ainda não há famílias desabrigadas, mas as desalojadas, aquelas que precisaram ir para a casa de amigos ou familiares, só aumenta e são mais de 30 no momento.

Ainda segundo o município, devido às fortes chuvas em Cacoal (RO), o rio machado deve seguir subindo pelas próximas horas e essa água vai chegar a Ji-Paraná.

No mês passado Ji-Paraná já havia enfrentado uma grande cheia, considerado a maior de 45 anos. Centenas de famílias precisaram sair de suas casas.

 

 

Últimas marcas

 

O rio Machado é medido pela Agência Nacional de Águas (ANA) desde 1977. Até fevereiro de 2022, a maior marca tinha sido registrada em 2014. Na época, o rio chegou aos 11,66 metros e cerca de 200 famílias foram afetadas.

Já cinco anos depois, em 2019, o nível do rio voltou a subir e chegou aos 11,62 metros. Várias famílias também tiveram que sair de casa na época.

O nível do Rio Machado catalogado nesta segunda sobrepôs os anos de 2019 e 2014 e se tornou a maior desde que o rio começou a ser mensurado, em 45 anos. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp