27/03/2022 às 09h45min - Atualizada em 27/03/2022 às 09h45min

Ginasta ucraniana de 11 anos morre em casa atingida por míssil

Gazeta Rondônia
A jovem ginasta Kateryna Diachenko, de 11 anos, é mais uma morte no esporte confirmada durante a guerra na Ucrânia. Segundo o site 'Mirror', a atleta mirim teve a casa atingida por um míssil russo na região de Mariupol, uma das mais afetadas pelos conflitos.
 
A morte foi lamentada pela treinadora da jovem, Anastasia Meshchanenkova, que afirmou que a jovem praticava ginástica rítmica.
 
- Ela deveria conquistar o mundo, mas morreu enterrada nos escombros - lamentou.
 
- Pode haver alguma justificativa para isso? Olha essa garota talentosa. Ela deveria dar seus sorrisos para o mundo. Do que as crianças são culpadas? Acredito que há um espaço no inferno para todos os envolvidos - e o mais rápido possível - completou

Kateryna Diachenko, de 11 anos, com a treinadora (Foto: Reprodução)

Kateryna Diachenko, de 11 anos, com a treinadora (Foto: Reprodução)


 
A GUERRA
 
Desde 2014, a região de Donetsk se declarou independente da Ucrânia e por conta dos conflitos geopolíticos, o Shakhtar teve que deixar a cidade de origem e atuar em Kiev. O mesmo acontece com a região de Luhansk. Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconheceu a independência das duas províncias.
 
No fim de fevereiro, a Rússia decidiu invadir militarmente a Ucrânia com o argumento de que está atuando em defesa das reivindicações territoriais. No entanto, há pouco esclarecimento se a nação de Putin busca apenas garantir a soberania de Donetsk e Luhansk ou se planeja se expandir territorialmente.
 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp