27/03/2022 às 11h52min - Atualizada em 27/03/2022 às 11h52min

Policiais Penais ministram palestras de prevenção às Drogas em escolas de Cerejeiras

Gazeta Rondônia

Aconteceu entre os dias 17 e 18 de março uma palestra voltada aos alunos e comunidade escolar sobre as consequências do uso de drogas, com a equipe de Policiais Penais da cadeia pública de Cerejeiras, nas dependências das escolas estaduais “Tancredo de Almeida Neves” (ETAN) e no Centro Estadual de Jovens e Adultos - CEEJA "Carlos Drumond de Andrade".
 
As palestras fazem parte do projeto: “Conscientização e Combate ao Uso de Drogas” - "Suas escolhas define o seu futuro" de iniciativa da professora da rede estadual de ensino Marinalda de Oliveira Gritti. Na escola estadual “Tancredo de Almeida Neves” foram realizadas para os alunos no período da manhã e tarde do dia 17 de março, quinta-feira e para os alunos do Centro Estadual de Jovens e Adultos - CEEJA "Carlos Drumond de Andrade" as ministrações ocorreram no período noturno do dia 18 de março, sexta-feira.

Segundo a professora Marinalda de Oliveira Gritti, o projeto “Conscientização e Combate ao Uso de Drogas” - "Suas escolhas define o seu futuro" é voltado para a realidade do município de Cerejeiras.
 

“Esse projeto é voltado para a realidade do nosso município e nos mostra as consequências que as Drogas causam na vida do seu humano dentro de uma unidade prisional”. Disse.

 
A cadeia pública do município de Cerejeiras tem capacidade para 87 internos, mas atualmente possui 160 cumprindo penas, destes, 126 no sistema fechado, 32 com tornozeleira eletrônica em regime domiciliar e 2 mulheres no sistema semiaberto.

Aproximadamente 70% dos internos tem idade entre 20 e 35 anos, e, na maioria dos casos, suas prisões ocorreram por envolvimento direto e indireto com as Drogas.

 

“Quero agradecer em nome do diretor do sistema prisional, Marcio Pacheco, o empenho e dedicação dos Policiais Penais que não mediram esforços para atender nossa solicitação na execução deste importante projeto”. Finalizou Marinalva.

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp