09/04/2022 às 19h33min - Atualizada em 09/04/2022 às 19h33min

VILHENA: onça-pintada invade base de abastecimento de aeroporto

Gazeta Rondônia

Uma onça-pintada invadiu a base de abastecimento do Aeroporto Brigadeiro Camarão, em Vilhena (RO), neste sábado (9). Diversos órgão ambientais e de segurança da cidade foram mobilizados até o local para tentar capturar o animal.

De acordo com imagens repassadas pelo Corpo de Bombeiros, a onça entrou na base e ficou deitada embaixo de um caminhão estacionado. Quem percebeu a presença do felino foi um funcionário do aeroporto.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), até às 10h da manhã, o aeroporto não estava em funcionamento porque os funcionários não conseguiam abastecer os aviões. Porém, o animal foi guiado para longe dos caminhões de combustíveis.

Até a última atualização desta matéria, a onça ainda não havia sido capturada. Equipes da Semma, Polícia Ambiental, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e alguns veterinários foram até o local para auxiliar na ação.

O grupo planeja sedar a onça com uma “zarabatana”, instrumento usado para lançar dardos tranquilizantes e prestar atendimento caso seja necessário. Além disso, a equipe deve realizar a soltura em um local de mata. A área de hangar do aeroporto foi isolada pelos agentes durante a ação.

Onça-pintada ficou embaixo de um caminhão de abastecimento de avião no aeroporto de Vilhena, RO — Foto: Carlos Mont Serrate

Onça-pintada ficou embaixo de um caminhão de abastecimento de avião no aeroporto de Vilhena, RO — Foto: Carlos Mont Serrate

 

'Maior felino das Américas'

 

De acordo com o biólogo Flávio Terassini, não é muito comum que onças-pintadas sejam vistas próximas de casas ou órgãos públicos.

“Provavelmente o seu habitat, onde ela estava, está sem alimento: a paca, cutia e a capivara, que são os principais animais que ela come. Então ela tende a vir próximo às casas atrás de animais que nós criamos, como vacas ou porcos”, comenta.

O biólogo ressalta ainda que é de extrema importância manter distância do animal em casos como este, principalmente considerando que a onça-pintada é o maior felino das Américas e pode tentar tentar se defender caso se sinta ameaçada.

“Neste caso, a polícia tem que usar dardo tranquilizante para fazer a contenção desses animais e claro fazer a soltura na área preservada”, aponta. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp