14/04/2022 às 14h32min - Atualizada em 14/04/2022 às 14h32min

Morre Rincon, ídolo do corinthians

Gazeta Rondônia

O ex-jogador Freddy Rincón, ídolo do Corinthians no final da década de 1990 e início dos anos 2000, morreu na madrugada desta quinta-feira, 14, três dias após sofrer um grave acidente de carro na Colômbia. Mas muitas perguntas sobre a batida ainda continuam sem respostas.

Uma câmera de segurança registrou o momento do acidente, que ocorreu por volta das 4h da manhã (horário local) e mostrou o veículo com Rincón passar o farol vermelho antes de ser atingido por um ônibus. Acredita-se que o jogador estivesse acompanhado de quatro pessoas.

A imprensa colombiana relata que duas pessoas foram vistas saindo de dentro do carro e se aproximando de um táxi logo após o acidente. Outras duas mulheres foram socorridas com ferimentos e identificadas como María Manuela Patiño, 20, e Lorena Cortés, 43. Elas fizeram o teste do bafômetro, que deu negativo, mas ainda não foram ouvidas pelas autoridades.

As autoridades ainda não indetificaram quem estava dirigindo o Ford 4x4, que pertence ao meio-irmão do jogador Tomás Humberto Díaz Valencia. Segundo o prefeito de Cali, Jorge Iván Ospina, o veículo estava com o seguro obrigatório de trânsito atrasado e tinha ao menos sete infrações, três delas por excesso de velocidade.

Tomás negou que estava com o jogador na noite do acidente. Já Rafael Rincón, outro irmão de Freddy, disse à imprensa colombiana que o ex-Corinthians não era quem dirigia o veículo no momento do acidente. Ele também relatou desconhecer as duas mulheres que estavam no veículo.  

O motorista do ônibus Jorge Eduardo Muñoz sofreu fratura na tíbia e joelho da perna esquerda. Ele, que estava prestes a inciar a jornada de trabalho, estava sozinho no veículo na hora do acidente. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que descartou que ele estivesse sob efeito de álcool.

Carro dirigido pelo ex-jogador Freddy Rincón fica destruído após bater em ônibus na Colômbia

Carro dirigido pelo ex-jogador Freddy Rincón fica destruído após bater em ônibus na Colômbia


 

Últimas horas antes do acidente 

De acordo com o jornal El Pais, antes do acidente, o ex-jogador estava em uma festa com amigos em Cali, na Colômbia. Rincón passou noite de domingo na casa de Harold Saa, amigo de longa data do ex-jogador.

A visita ao companheiro era uma rotina de todo fim de semana do ex-atleta. No local também estava Edison Ruiz, ex-prefeito de Buenaventura, cidade natal do meia colombiano.

Vladimir Mosquera, outro amigo de Rincón que estava no local, contou ao jornal que a conversa foi sobre futebol, salsa e piadas. Segundo ele, Rincón não bebeu no local. Também disse desconhecer as pessoas que estavam no carro junto ao ex-jogador na hora do acidente. Fonte: Terra


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp