14/04/2022 às 18h37min - Atualizada em 14/04/2022 às 18h37min

Enfermeiro é detido após paciente grávida denunciar abuso sexual em hospital

Gazeta Rondônia

Um enfermeiro foi detido após uma paciente grávida, de 28 anos, denunciar ter sido abusada sexualmente na madrugada desta quarta-feira (13) dentro do Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá (HG). A vítima está internada por ter uma gravidez de risco.

Em nota, o hospital informou que abriu uma sindicância interna para apurar o caso e que vai ouvir testemunhas e analisar imagens das câmeras de segurança do local.

“Até a presente data não havia registro de má conduta do colaborador, mas, diante dos graves fatos relatados, ele será desligado do nosso quadro de funcionários. A equipe está consternada com o ocorrido, externa seu apoio incondicional para a paciente e repudia qualquer tipo de violência”, diz.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima contou ter sido medicada por volta das 2h. Logo depois, conforme o relato, o suspeito foi até o quarto onde ela estava sozinha, retirou a roupa dela e começou a passar a mão na barriga e virilha da paciente.

A mulher afirmou aos policias que a todo momento pedia para o enfermeiro parar com a ação, no entanto, ele negava e continuava os abusos. A vítima disse ainda que não conseguia reagir devido à medicação aplicada.

Ainda segundo a PM, uma recepcionista chegou a ir até o quarto, momento em que o suspeito interrompeu o abuso, mas continuou logo após a funcionária sair do local.

A PM informou que os abusos só teriam parado quando a paciente disse ao enfermeiro que o marido dela estava chegando e, em seguida, retirou a medicação do braço e começou a chamar pelo companheiro.

O marido da grávida foi quem acionou a polícia. O suspeito foi detido no hospital e encaminhado ao Plantão de Atendimento à Vítima de Violência Doméstica e Sexual para prestar esclarecimentos.

A Polícia Civil informou que ele foi ouvido pela delegada plantonista e autuado em flagrante e encaminhado para a audiência de custódia.

O enfermeiro já possui um boletim de ocorrência de assédio sexual, registrado em 2021 contra ele. Fonte: G1


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp