22/04/2022 às 18h29min - Atualizada em 22/04/2022 às 18h29min

Chuva de meteoros poderá ser observada em Rondônia; saiba melhor horário para ver

Gazeta Rondônia

A chuva de meteoros Lyrids ou Líridas poderá ser vista em Rondônia durante seu pico na noite desta sexta-feira (22) e início da madrugada de sábado (23).

g1 conversou com o professor de física da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Ariel Adorno, para entender qual o melhor horário para observar o fenômeno e quais regiões terão visão privilegiada. Confira as dicas abaixo:

 

  • O horário ideal para observar a chuva de meteoros é entre meia noite e 2h
  • Procure locais de baixa poluição luminosa e olhe na direção norte
  • Nas zonas rurais a visibilidade deve ser melhor que nas áreas urbanas
  • Não é preciso telescópio, pois chuvas de meteoro devem ser observadas a olho nu — então basta olhar para o céu
  • Com as condições ideais de visualização, será possível ver de 18 a 20 meteoros por hora.

 

A chuva de meteoros Líridas

 

Ainda segundo o professor Ariel Adorno, essa chuva de meteoros é um fenômeno anual que acontece entre os dias 15 até 30 de abril. O pico, para melhor observação, acontece entre os dias 22 e 23 de abril.

Serão dez chuvas de meteoros relevantes, segundo o jornal "The New York Times":

  1. Quadrantids: ativa de 26 de dezembro de 2021 a 16 de janeiro de 2022 (pico para visualização do fenômeno: de 2 a 3 de janeiro).
  2. Lyrids: ativa de 15 a 29 de abril (pico: de 21 a 22 de abril).
  3. Eta Aquariids: ativa de 15 de abril a 27 de maio (pico: de 4 a 5 de maio).
  4. Tau Herculids: potencialmente ativa entre o fim de maio e o início de junho (pico: possivelmente de 29 a 31 de maio).
  5. Delta Aquáridas: ativa de 18 de julho a 21 de agosto )pico: de 29 a 30 de julho).
  6. Perseidas: ativa de 14 de julho a 1º de setembro (pico: de 11 a 12 de agosto).
  7. Orionids: ativa de 26 de setembro a 22 de novembro (pico: de 20 a 21 de outubro).
  8. Leônidas: ativa de 3 de novembro a 2 de dezembro (pico: de 17 a 18 de novembro).
  9. Geminidas: ativa de 4 a 17 de dezembro (pico: de 13 a 14 de dezembro).
  10. Ursids: ativa de 17 a 26 de dezembro (pico: de 22 a 23 de dezembro).
 

 

"Todos os anos, com o movimento de translação da Terra, nosso planeta passa na região próxima à constelação de Líridas. Então não é que a chuva de meteoros venha até nós, a Terra vai até essa chuva de meteoros por estar em constante movimento", explicou.
 

Fonte: G1

 

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp