09/02/2021 às 10h17min - Atualizada em 09/02/2021 às 10h17min

Em Cerejeiras, vacinação contra covid-19 em idosos começou nesta segunda-feira, 8

Gazeta Rondônia
Gazeta Rondônia
Começou nesta segunda-feira (8) a vacinação em idosos com 80 anos ou mais com as novas doses que o Governo do Estado enviou a Cerejeiras (RO), a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU) revela que está priorizando os idosos com maior comorbidade.

Segundo o secretário municipal de saúde, Ederson Lopes, a vacinação dos idosos iniciou na manhã de ontem. “Para garantir a segurança dos nossos idosos, que são o público mais vulnerável à forma grave da covid-19, iniciamos a vacinação em domicílio para os acamados acima de 80 anos, já pela manhã foram realizadas buscas ativas desses idosos por meio dos Agentes Comunitários de Saúde – ACS, com a coordenação da vigilância epidemiológica que classificou o público alvo de acordo com a comorbidade*” Disse.
 
Até a tarde de ontem Cerejeiras havia vacinado 26 idosos e o trabalho continuará na manhã desta terça-feira (9) com imunização de parcela de idosos, conforme normativa federal. A chegada de mais vacinas, para novos públicos, depende de logística do Ministério da Saúde, diplomacia internacional e da capacidade de produção da Fiocruz e Butantan.

“Vamos avançando com a vacinação dos idosos de acordo com o recebimentos da doses, foram recebidas na primeira etapa 280 doses, 140 profissionais da saúde foram imunizados e 90 pessoas receberam a vacina na segunda etapa e a expectativa é que mais doses cheguem nos próximos dias, estamos ansiosos e na expectativa que todos sejam vacinados em breve.” Finalizou Lopes.

O que é *Comorbidade?

*Comorbidade é o termo técnico que profissionais da área da saúde, utilizam para se  referir a situações em que um indivíduo possui alguma doença em conjunto com outra, ou seja: a coexistência de doenças. Por exemplo: na população de idosos, nas pessoas maiores de 65 anos, é muito comum que eles sejam diagnosticados com hipertensão arterial sistêmica (a popular pressão alta) e tenham uma outra condição patológica, ou seja, não sejam portadores apenas de hipertensão.

Além da hipertensão, eles geralmente são portadores de uma patologia que compromete o sistema endócrino, que é o diabetes. O mais comum e mais verificável é o mellitus. Então muito raramente encontra-se um idoso que seja hipertenso e não seja diabético, ou que seja diabético e não seja hipertenso.

Inclusive, uma nomenclatura que pode ser usada como sinônimo de *Comorbidade é a doença de base. Por exemplo: uma pessoa é diagnosticada com doença de Alzheimer. O diagnóstico que o paciente recebeu no momento foi de Alzheimer, mas antes de ser determinada a ele essa doença, vem o questionamento: ele era diabético? Ele era hipertenso? Então, no caso de um idoso que tenha Alzheimer, doença de Parkinson ou outras que comprometam os pacientes mais idosos, não é nem um pouco raro que ele também já seja diabético. "O diabetes, nesse caso, é uma doença pré-existente. Imagem ilustrativa.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »