22/02/2021 às 15h12min - Atualizada em 22/02/2021 às 15h12min

Em Rondônia Escolas Estaduais iniciaram ano letivo com aulas remotas nesta segunda, 22

Gazeta Rondônia
Nesta segunda-feira (22), o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, declarou aberto o Ano Letivo 2021 na Rede Estadual de Ensino em transmissão feita diretamente da Escola de Mediação Tecnológica, em Porto Velho, onde são produzidas e transmitidas aulas de forma virtual. As aulas nos estabelecimentos de ensino do Estado acontecerão de forma remota em virtude da pandemia do coronavírus.

A Escola de Mediação Tecnológica conta com três estúdios para que os professores produzam conteúdos dinâmicos. Essa é uma estratégia do Governo de Rondônia, para manter os estudantes conectados com o ensino de excelência, que se mostrou essencial neste período que as aulas presenciais foram suspensas para preservação da vida da comunidade escolar e seus familiares.

Desde março de 2020, o Poder Executivo adotou a medida de suspender as aulas presenciais e investiu no ensino por meio da mediação tecnológica. Para 2021, ainda é necessário adotar a mesma postura, mas a equipe técnica da Educação já estuda novas estratégias para que o retorno das aulas presenciais aconteça de forma segura, o que depende do avanço da vacinação contra a Covid-19 em Rondônia.
 
MELHOR EDUCAÇÃO DA REGIÃO NORTE

‘‘Eu confio na Educação de Rondônia, que conquistou o melhor desempenho do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da região Norte. Em 2020, ano de pandemia, foi preciso adotar os cuidados devidos e agir rapidamente, suspendendo as aulas presenciais. Nós estamos ansiosos para que as aulas presenciais retornem, mas isso só vai acontecer de forma segura, enquanto isso estamos preparando nossas escolas e contando com a tecnologia para levar o ensino aos nossos estudantes’’, afirma o governador.

Os investimentos na Escola de Mediação Tecnológica são constantes. Foram adquiridos 480 notebooks para profissionais da Educação, 200 computadores de mesa, 200 televisores de 55 polegadas, além de ter sido contratada uma produtora para os estúdios de TV. Os desafios da pandemia não inibiram os projetos para que Rondônia ofereça a melhor estrutura e qualidade de ensino aos estudantes, por meio de reformas, aparelhamento e aquisições inéditas.

O Governo de Rondônia investiu mais de 26% do orçamento em Educação no ano passado. ‘‘Fizemos muito nesta pandemia, dei ordem para acabar com as salas de aulas de lata, as de contêineres, e construir salas de aulas de concretos, adequadas para o ensino, dando dignidade aos nossos professores e alunos. Compramos ônibus interestaduais para que nossos alunos aprendam mais, conhecendo pontos históricos do nosso Estado. Adquirimos laboratórios e ainda pensamos em nossos estudantes, que têm na merenda escolar a principal refeição, e criamos o Cartão Alimentação Escolar’’, disse Marcos Rocha.

Somado a isso, são inúmeros reparos, reformas e construções acontecendo em escolas da rede estadual de ensino em Rondônia.

PLANO DE RETORNO ÀS AULAS PRESENCIAIS

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) planeja de forma estratégica o retorno das aulas presenciais com critérios seguros. De acordo com o secretário da Seduc, Suamy Vivecananda, neste primeiro momento, as aulas retornam de forma remota, mas o planejamento é que, a partir de março, uma turma de estudantes, de forma escalonada, tenha aulas presenciais com professores que não estão em grupo de risco.

A inciativa deve ganhar mais força a partir do segundo semestre. Atualmente, 90% das escolas já implantaram lavatórios para higienização das mãos e 13 carretas fazem a distribuição de álcool em gel nas escolas estaduais. ‘‘É um planejamento aliado à proporção que a população for vacinada’’, assegura o secretário. (SECOM)
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »