06/10/2022 às 11h50min - Atualizada em 06/10/2022 às 11h50min

Professor do IFRO-Ji-Paraná recebe Prêmio Seymour Papert - Paulo Freire de boas práticas em robótica educacional

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

 

O projeto “Ensino de Programação com Robótica Educacional LEGO”, coordenado pelo professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Ji-Paraná, Jackson Henrique da Silva Bezerra, conquistou a terceira colocação no Prêmio Seymour Papert-Paulo Freire na modalidade “Escolas Públicas – Ensino Médio”.

Segundo o Professor Jackson Henrique, o projeto premiado foi iniciado em 2015 com o intuito de ensinar aos alunos do curso Técnico em Informática conceitos sobre lógica de programação, como estruturas de decisão e repetição, por meio da robótica educacional LEGO. O projeto repetiu-se nos anos seguintes. Em 2019, o projeto foi expandido para a comunidade e ofertado por meio de parceria com a Fundação Assistencial Mãos Abertas, para adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Em 2021, foram ofertadas oficinas a alunos regularmente matriculados no ensino fundamental de escolas públicas, nas modalidades presenciais e, durante a pandemia, de forma remota, através de aplicativo de reuniões e ferramentas de robótica virtuais.

 “Ao longo destes sete anos em que o projeto está em execução, participaram ativamente mais de 30 alunos do curso Técnico em Informática como bolsistas e colaboradores, e, além de ensinar outros alunos, competem todos os anos na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), sagrando-se campeões da etapa regional nos anos de 2020 e 2021, o que muito nos orgulha enquanto docentes”, pontuou o idealizador do projeto, Jackson Henrique.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Seymour Papert-Paulo Freire tem por objetivo reconhecer boas práticas de escolas públicas e privadas que utilizem a robótica educacional como instrumento de inovação pedagógica, gerando impactos positivos nos estudantes e na escola. O Prêmio é uma iniciativa do capítulo brasileiro da The Federation of International Sports Association (FIRA), promotora da maior Copa do Mundo de robótica, em parceria com o Centro de Inovação para Excelência de Políticas Públicas (CIEPP), Centro Universitário ENIAC e Robo City Escola de Robótica. As experiências inscritas no Prêmio foram analisadas por um Comitê Científico, formado por professores e pesquisadores da área de robótica educacional. Fonte: ASCOM

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »