07/10/2022 às 21h28min - Atualizada em 07/10/2022 às 21h28min

VÍDEO: Motorista de app é sequestrado por bandidos em plena luz do dia

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

Uma câmera de segurança flagrou um motorista de aplicativo sendo sequestrado em plena luz do dia no Bairro Coxipó da Ponte em Cuiabá. O crime aconteceu na última segunda-feira (3), mas só nesta quinta (6) a imagens vieram a público.
 
Na imagem é possível ver os dois assaltantes se aproximando do veículo, um Chevrolet Prisma preto (placa QCQ0920). Primeiro chega um deles com a arma em punho, já abrindo a porta do motorista. Alguns segundo depois, do outro lado, o comparsa abre a porta do banco de trás e entra.

 
A vítima foi obrigada a entrar no veículo e se sentar no banco de trás, ao lado de um dos assaltantes.
 
Em seguida, o homem arranca em disparada com o veículo.
 
Minutos mais tarde a vítima aproveitou a distração dos bandidos depois que um deles parou para fazer xixi, e conseguiu fugir. O veículo não tinha seguro e era o único ganha pão da família.
 
Dia do crime
 
Conforme a Polícia Civil, a vítima foi obrigada a abrir aplicativos do banco a mando dos bandidos, que disseram que passariam em agências para fazer saques em caixas eletrônicos.
 
Quando passavam por um terreno baldio, no Jardim Presidente, um dos assaltantes pediu para parar o veículo, pois ele queria fazer xixi.
 
A vítima disse que também precisava fazer e foi autorizada pelos bandidos. Aproveitando-se desse momento de distração, o rapaz saiu correndo e gritando, conseguindo fugir.
 
Enquanto esteve em poder dos criminosos, ele foi agredido. Segundo familiares, ele precisou ser hospitalizado. A dupla fugiu levando o veículo, a aliança, um celular e a carteira com os documentos pessoais da vítima.
 
A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA) realiza diligências para recuperar o veículo, assim como identificar e prender os autores do crime.

Veja AQUI o vídeo.

Fonte: MídiaNews.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »