27/02/2021 às 09h19min - Atualizada em 27/02/2021 às 09h19min

JI-PARANÁ: Servidora do hospital municipal venceu a Covid após 15 dias internada em UTI no Espírito Santo

Gazeta Rondônia
Gazeta Rondônia
Jânia Cristina Urcino é técnica em análises do hospital municipal de Ji-Paraná (RO) e no último dia 07, foi diagnosticada com Covid-19, uma semana após contrair a doença, foi levada para a UTI do mesmo hospital onde trabalha.
 
Com dificuldade de respirar, buscava fôlego onde não tinha, e por muitas vezes passou pela sua mente a sensação de que iria morrer.



Muita emoção na Família Urcino de Ji-Paraná-RO

Segundo relatou à equipe de reportagem do portal eletrônico Gazeta Rondônia, Álvaro Luis, filho de Jânia Cristina, sua mãe ficou em estado gravíssimo. “Teve um dia que recebemos uma mensagem dela mesmo explicando onde estavam documentos de um imóvel e algumas coisas pessoais, ali parecia o fim. Com apenas 40% dos pulmões, minha mãe foi então transferida para o hospital Jaime Santos Neves no município de Vitória no estado do Espirito Santo, a espera parecia nunca terminar, dias de angústia e tristeza, a debilidade aumentando, até que um dia após o outro, começou sua recuperação.” Disse.

“Foram dias de angústia, esse vírus é muito devastador e triste, meu coração ficou apertado, mas graças às orações dos familiares e amigos Deus operou um verdadeiro milagre e trouxe minha irmã de volta a Ji-Paraná.” Relatou Neuramis Urcino.



Médicos, enfermeiras e técnicas de enfermagem vendo a movimentação e a melhora que começou a não mais precisar dos aparelhos respiratórios e com poucos dias já estava em plena recuperação.
 
No mesmo andar do prédio, mais 3 Ji-Paranaenses, juntos, com a equipe do hospital cantavam hinos de louvor e agradecimentos pelo milagre que viram acontecer naquele lugar.
 
“Na despedida aqueles que cuidaram por quase duas semanas, se emocionaram, registraram e se despediram sabendo que a missão estava cumprida por hora e que a Jânia Cristina, minha mãe, e outros pacientes estavam curados, que Deus abençoe a cada amigo, conhecido, que orou, suplicou a Deus mais esta chance para ela e para os demais que passam pelo mesmo processo que ela passou. Muitos infelizmente não conseguiram voltar, mas ela teve mais esta chance de poder glorificar a Deus e viver por mais dias entre nós.” Relatou Álvaro Luis, emocionado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor da volta às aulas presenciais no estado de Rondônia em agosto

21.1%
74.9%
4.0%