25/10/2022 às 20h57min - Atualizada em 25/10/2022 às 20h57min

Adolescente desaparecida há 5 dias estava com namorado e pretendia fugir para casar-se, homem foi preso

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

A adolescente, de 15 anos, que estava desaparecida há cinco dias após sair de casa para ir à escola no Jardim Tarumã, em Campo Grande, foi localizada nesta terça-feira (25) em Vicentina (MS), a 247 km da Capital. O rapaz, de 20 anos que estava com ela foi preso em flagrante pelo crime de subtração de incapaz.

Conforme informou o delegado responsável pelo caso, Bruno Carlos dos Santos, o rapaz confessou que levaria a garota para São Paulo e prometeu a ela que se casariam.


Eles estariam juntos há cerca de 3 meses. Ela foi induzida pelo homem a fugir da casa da avó para São Paulo com ele.
 
“Ela perdeu a virgindade com ele e achava que estava grávida, por isso ele prometeu que casariam e ela consentiu com o pedido de ir embora. Apesar da menor consentir com isso em função da sua idade, esse consentimento é irrelevante. Ele foi preso em flagrante por subtração de incapaz”, detalhou o delegado.

A Polícia Militar chegou até o casal através de denúncia anônima. Eles foram encontrados em um ponto de ônibus na cidade e levados para a Delegacia de Polícia Civil. Lá foi constatado que o autor tem várias passagens pela polícia, inclusive estupro.

Segundo o delegado, a vítima e o autor, fugiram no dia 20 deste mês e foram até Vicentina pedindo carona e dormindo em postos de combustíveis.
 
Ele foi preso em flagrante, porém o delegado já fez o pedido de prisão preventiva.

A avó da menina agradeceu pela matéria publicada pelo Jornal MídiaMax.
 
“Sou eternamente grata por tua atenção.  Grata por tua matéria. Ela está bem. Estamos na estrada a caminho de Campo Grande”, afirmou.

Ainda segundo a avó o Conselho Tutelar da cidade entrou em contato com ela avisando que a neta havia sido localizada e pediu para buscá-la. “Por isso a importância do boletim de ocorrência. Ela vai passar por exames no posto de saúde de Campo Grande, porque precisa de acompanhamento”, concluiu a avó.

Fonte: MídiaMax.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »