30/11/2022 às 23h07min - Atualizada em 30/11/2022 às 23h07min

Bolsonaro afirma que ainda não tem o que falar para seus apoiadores

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou à CNN que pediu para o presidente Jair Bolsonaro fazer uma declaração a seu eleitorado mas que Bolsonaro teria dito que ainda não tem o que falar. Os dois se encontraram na manhã desta terça-feira (29), no Palácio do Planalto.

A expectativa é de que Bolsonaro pudesse comparecer ao jantar que o PL promoveu na noite desta terça-feira (29) com as bancadas atuais do partido e os parlamentares eleitos, em um restaurante no setor de clubes de Brasília.


Desde a derrota nas urnas, no fim de outubro, Bolsonaro apareceu em público pouquíssimas vezes.

 
“O Bolsonaro precisa falar com o povo dele. Todo pessoal que votou nele quer manifestação, ele precisa falar para manter todos unidos”, enfatizou à CNN.

Valdemar defende que Bolsonaro reafirme a postura de liderança e de apoio a livre manifestações, inclusive, nas redes sociais. Perguntado sobre o tom do discurso, Costa Neto afirmou que o pedido para Bolsonaro não seria com o objetivo de incentivar mais manifestantes.

Costa Neto disse que o partido vai recorrer nesta terça-feira contra a multa de R$ 22 milhões, imposta pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes, após divulgação de relatório que aponta falha no código de registro de algumas urnas.

De acordo com o presidente do PL, além de recurso no TSE, o partido não descarta levar o caso ao Supremo Tribunal Federal para que não pague a multa. “Queremos que expliquem o que aconteceu (nas urnas)”, afirmou Costa Neto à CNN.

O PL se mobiliza para integrar os novos políticos eleitos pela bancada e ditar rumos para organização do partido no Congresso. Na Câmara, o PL deve apoiar a reeleição do atual presidente Arthur Lira (PP).

Já no Senado, a legenda não descarta lançar nome próprio, sendo que o mais cotado é o do senador eleito Rogério Marinho.

 
“Vai ser um jantar de confraternização para as pessoas se conhecerem. O pessoal não se conhece”, explicou.

Fonte: CNN.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »