04/03/2021 às 14h52min - Atualizada em 04/03/2021 às 14h52min

Com pouco espaço para novas covas, Porto Velho abre licitação para compra de gavetas em cemitérios particulares

Cemitérios da capital registram aumento de quase 80% nos sepultamentos pelo coronavírus em fevereiro, em relação a janeiro deste ano.

Gazeta Rondônia

Devido a alta de casos de Covid-19 em Porto Velho (RO), a prefeitura da cidade abriu licitação, nesta quinta-feira (4), para comprar 1.800 gavetas em cemitérios particulares para enterrar os mortos vítimas da doença.

Segundo a Divisão de Cemitérios, os cemitérios públicos e particulares da capital registraram um aumento de quase 80% nos sepultamentos pelo novo coronavírus em fevereiro, em relação a janeiro deste ano.

No maior cemitério de Porto Velho, o cemitério de Santo Antônio, praticamente não há mais espaço para ampliar as covas, devido a baixadas no solo ao redor das áreas já utilizadas.
 

Aproximadamente de 1 mil a 1,2 mil covas foram abertas de março do ano passado pra cá, a mais, somente de covid. Nós temos uma área rodeada de muitas baixadas, que implica nós trabalharmos e planarmos este local para seguir com esses sepultamentos", explicou o gerente da divisão de cemitérios, Gilbson Moraes ao G1

A média diária de enterros por Covid-19 no cemitério Santo Antônio tem sido de pelo menos 6. Das 2.944 mortes pela doença registradas em Rondônia até agora, 1.309 foram na capital. De acordo com o gerente da Divisão de Cemitérios, somando os sepultamentos em cemitério público aos dos privados, foram 110 ocorridos em janeiro e 196 em fevereiro deste ano. Um aumento de 78%.

A medida emergencial realizada pela prefeitura de Porto Velho é de abrir um processo licitatório na forma de pregão eletrônico, nesta quinta-feira (4), para comprar 1800 gavetas de cemitérios particulares. Fonte G1


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »