25/03/2023 às 14h25min - Atualizada em 25/03/2023 às 14h25min

Dnit inicia obras na BR-364 após cratera se abrir e via segue interditada

Gazeta Rondônia

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes no Acre (Dnit-AC) informou que as obras de recuperação do trecho da BR-364, no km 102, que rompeu durante a forte chuva que atingiu Rio Branco na quinta-feira (23), devem iniciar neste sábado (25). A previsão é que os trabalhos sejam concluídos em um prazo de três meses. Enquanto isso, o trecho da estrada que liga o Acre a Porto Velho (RO) segue interditado.

O momento que a cratera se abriu na rodovia foi registrado por populares. O trecho fica 20 km antes de chegar na capital, sentido Porto Velho, por enquanto, para chegar na capital via terrestre, os motoristas estão fazendo uma rota alternativa, por um desvio de aproximadamente 45 km, vindo pela estrada estadual AC-40.

“Importante informar que, em razão do volume de água e relevo no local, que impõe grandes dificuldades de execução de desvio provisório, aliado ao fato da existência de rota alternativa pela BR-317 e AC-40, o DNIT decidiu realizar logo a obra definitiva, com prazo estimado de conclusão de 3 meses. Portanto, nestes três meses de obra, o km 102 estará interditado e será necessário usar a rota alternativa para quem pretende ir para Porto Velho”, disse o superintendente do Dnit no Acre, Carlos Henrique.A rota alternativa citada é saindo de Rio Branco via AC-40, passando por Senador Guiomard, depois pega a BR-317 até o entroncamento com a BR-364 (Quatro Bocas) e segue para Porto Velho.

Outro trecho da BR-364 que teve o tráfego interrompido devido à enxurrada é o km 95. As águas do Rio Iquiri invadiram a pista depois da forte chuva. Segundo o Dnit, neste sábado (25), as águas baixaram no local e o trânsito já foi liberado.

“Sobre situação do Iquiri, no km 95, onde o Rio Iquiri transbordou, a água passou sobre a pista por mais de 24h. Mas, agora pela manhã a altura da lâmina d'água baixou e já é possível o trânsito de todo tipo de veículos. Equipes do Dnit vistoriam o local neste momento, visando aferir se há algum dano na plataforma da rodovia, causada pela força erosiva da água”, informou Henrique

 

Enxurrada

 

A chuva começou na madrugada de quinta-feira (24) e até às 6h deste sábado (25), segundo a Defesa Civil do município, já choveu um acumulado de 203,2 milímetros, o que representa mais de 75,2% de todo o esperado para março, que é de 270,1 milímetros.

Com o volume de chuva, sete igarapés de Rio Branco transbordaram e o Rio Acre subiu mais de seis metros em poucas horas. Na medição feita às 6h deste sábado, o manancial marcou 16,26 metros, acima da cota de transbordo, que é de 14 metros.

Além de trechos na BR-364, houve vários pontos de interdição pela capital nessa sexta-feira (24) devido às fortes chuvas e inundação dos igarapés e rio. Na manhã deste sábado ainda há pontos de alagamento, mas as águas dos igarapés recuaram. Fonte: G1

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »