09/05/2024 às 23h17min - Atualizada em 09/05/2024 às 23h17min

Alunos da "3ª Oficina de Fotografia: Faces do Quilombo" participam de passeio fotográfico em Comunidade Quilombola de Pimenteiras do Oeste

Gazeta Rondônia
Assessoria

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90

No cenário bucólico da Comunidade Quilombola de Santa Cruz, localizada no município de Pimenteiras do Oeste (RO), os alunos da "3ª Oficina de Fotografia: Faces do Quilombo" participaram de um emocionante passeio fotográfico e mergulharam nas nuances da cultura afro-brasileira, capturando em suas lentes a essência vibrante e a história profundamente enraizada dessa comunidade.

O passeio fotográfico faz parte das atividades do projeto da "3ª Oficina de Fotografia: Faces do Quilombo" que foi fomentado pelo Programa Funarte Retomada 2023 - Artes Visuais.


A coordenadora do projeto, a produtora cultural e jornalista Andréia Machado informou que os participantes embarcaram em um emocionante passeio fotográfico que foi realizado no mês de abril e contou com a participação de 100 alunos que puderam colocar em prática os conhecimentos adquiridos nas aulas teóricas e práticas de fotografia da oficina.

A "3ª Oficina de Fotografia: Faces do Quilombo" aconteceu entre os meses de fevereiro a abril de 2024, totalizando 20 horas de duração, e todos os alunos receberam a certificação de participação na oficina.

Segundo Andréia Machado, a proposta da atividade foi colocar em prática tudo que foi aprendido durante as aulas e realizar um registro fotográfico de comunidade quilombola incentivando a preservação da cultura local e o diálogo intercultural.

Clique aqui para seguir o canal do Portal Gazeta Rondônia no WhatsApp
 
"Essas imagens não são apenas fotografias comuns, mas sim janelas para as vidas, experiências e perspectivas dos membros da Comunidade Quilombola de Santa Cruz", enfatiza o fotógrafo Washington Kuipers, refletindo sobre o impacto das fotografias produzidas pelos alunos.

Além da prática fotográfica, a oficina proporcionou momentos de reflexão e troca de experiências por meio de rodas de conversa e uma exposição de fotografias. A diversidade de olhares e vivências enriqueceu não apenas o repertório fotográfico dos participantes, mas também suas perspectivas sobre o mundo ao seu redor.

A experiência foi descrita como verdadeiramente enriquecedora pelos participantes. Para o sociólogo Marcio Guilhermon, o passeio foi marcado por fotos deslumbrantes e entusiasmo contagiante. “Os alunos gostaram muito. O passeio rendeu fotos lindas. Todo mundo estava muito animado. E será um ótimo desafio escolher a foto que vai fazer parte da exposição fotográfica. Foi muito legal. Todos os alunos são nota 10”, ressaltou Marcio Guilhermon.

Para a aluna Isadora Cavalcante Barros, a oficina representou um espaço de aprendizado e inspiração. "A ideia de conhecer a experiência de outras pessoas, outros olhares, também e várias outras referências e conhecimento", compartilha a aluna, destacando a importância da troca de conhecimentos e perspectivas.

Andréia Machado expressou sua gratidão à Fundação Nacional de Artes - Funarte pelo apoio que tornou possível a realização deste projeto tão significativo. Para ela, o passeio fotográfico foi uma oportunidade única de experimentar e aprimorar habilidades, enriquecendo não apenas o repertório artístico dos alunos, mas também seu entendimento sobre a importância da preservação cultural e do combate ao racismo.


 
Texto : Assessoria - Foto: Washington Kuipers.

Gazeta Rondônia Publicidade 790x90


Notícias Relacionadas »
Comentários »