06/07/2021 às 17h20min - Atualizada em 06/07/2021 às 17h20min

Homem finge que está morto para tentar sensibilizar ex-mulher e caso vai parar na polícia

Caso foi registrado como perseguição e será apurado

Gazeta Rondônia
Para tentar se reconciliar com a mulher, que estava abrigada na CBM (Casa da Mulher Brasileira), um homem escreveu cartas relatando um suposto suicídio e se fingiu de morto na manhã de domingo (04), no Jardim Los Angeles, em Campo Grande. O caso foi registrado como perseguição, na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

De acordo com as informações da vítima, ela já havia registrado boletins de ocorrência contra o homem com quem manteve um relacionamento de oito anos. Eles estão em processo de separação, mas o homem não aceita o término. Então, até o deferimento da medida protetiva, a vítima decidiu ficar abrigada na Casa da Mulher Brasileira do dia 30 de junho ao dia 4 de julho.

Ao ser informada que o oficial de justiça estava indo intimar o ex-marido, a vítima decidiu deixar a Casa da Mulher e seguir para sua residência. Ao chegar, ela percebeu que havia folhas com frases em seu carro e na entrada do portão. As mensagens davam a entender que o homem teria cometido suicídio.

A mulher se assustou, então seguiu até o escritório do casal e viu algo que seria seu esposo enforcado. Desesperada, ela começou a pedir socorro e acionou a GCM (Guarda Civil Metropolitana), que esteve no local. No entanto, em determinado momento, o ex apareceu e abraçou a vítima, dizendo que a amava. Ele ainda disse que faria tudo por ela e começou a pedir perdão.

A GCM que estava no local levou o casal até a delegacia, onde o caso foi registrado como perseguição.

Fonte: MidiaMaxNews – imagem ilustrativa

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »