13/09/2021 às 22h12min - Atualizada em 13/09/2021 às 22h12min

Hospital Oncológico Infantil retoma as aulas presenciais para as crianças em tratamento contra o câncer

Gazeta Rondônia
Assessoria

Os alunos que frequentam a Classe Hospitalar Professor Roberto França, que funciona no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, voltaram a ter aulas presenciais na unidade. O reencontro ocorreu no dia 9 de setembro e marcou a alegria dos jovens em tratamento contra o câncer no hospital. Professores e alunos se reencontram depois de um de 1 ano e 8 meses em distanciamento.

Para comemorar o retorno à sala de aula, foi realizada uma transmissão virtual do evento com a participação de representantes da Secretaria de Estado e Saúde Pública (Sespa), Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Coordenadoria de Educação Especial do Estado (COEES), com a presença da diretoria e colaboradores do Oncológico Infantil.

Desde que as aulas presenciais foram suspensas, por força da pandemia, os alunos não ficaram desassistidos, pois passou a funcionar no modelo remoto.

A jovem Larissa Lobato, de 16 anos, natural de Macapá (AP), há 3 anos faz tratamento contra uma leucemia e foi uma das estudantes que marcou presença no primeiro dia de aula. 

Larissa cursa o 8º ano do ensino fundamental e tem um sonho de ser policial de elite, de fazer parte de um Batalhão de Operações Especiais, mais conhecido como BOPE.

A estudante conta que desde muito cedo, em assistir aos noticiários e filmes com atuações policiais, alimentou o sonho pela carreira policial, cuja profissão tem sua especial admiração.  

Ela gostou de estar presencialmente na sala de aula. “Achei muito bom a retomada das aulas. Eu estava com muita saudade de estar aqui. Me sinto muito feliz”, disse Larissa.

A entidade filantrópica Pró-Saúde, gestora do Hospital Oncológico Infantil, por meio de contrato de gestão com a Sespa, incentiva e desenvolve parcerias que promovam a educação como parte dos cuidados com as crianças durante a assistência hospitalar. Com a descoberta de um câncer, muitas delas precisam se afastar da escola no modelo convencional para fazer o tratamento.

Mantida em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a Classe Hospitalar do Oncológico Infantil tem, atualmente, cerca de 22 alunos matriculados em diferentes etapas de ensino. As aulas seguem em formato híbrido, atendendo a seis alunos por turno (manhã e tarde), com outros atendimentos efetuados de maneira remota.

“Graças ao projeto Classe Hospitalar, ajudamos os pacientes a superarem a dor e a continuarem o processo de ensino para sua formação como cidadãos”, afirmou o diretor Hospitalar, Fábio Machado.

A supervisora do Núcleo de Educação Permanente (NEP) do Oncológico Infantil, Natacha Cardoso, explica que para o retorno às atividades educacionais levou-se em consideração todos os protocolos de segurança.

“Buscamos respeitar as medidas de segurança, pois fizemos as demarcações no piso da sala de aula para que os alunos consigam manter o devido distanciamento e estabelecemos um amplo diálogo com a equipe de docentes e os pais dos alunos sobre questões envolvendo a prevenção. Nosso principal objetivo é realizar a volta às aulas com a devida segurança", comentou Natacha.

A professora que atua na Classe Hospitalar, Elvira dos Santos, considerou o momento de muita emoção. “Retomamos nosso espaço educacional com muita vontade, amor e dedicação
na nossa missão de educar”, disse.


Texto e fotos: Assessoria de Comunicação.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você desenvolveu algum transtorno relacionado à saúde mental durante a pandemia?

35.1%
4.9%
8.1%
8.6%
43.2%
Fale Conosco!
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp